20.8 C
Timbó
sexta-feira, 24 de maio de 2024

A profissionalização do cubo mágico

Data:

O cubo mágico é um dos quebra-cabeças mais incríveis do mundo. Todo colorido e tridimensional, que pode ser misturado em 43 quintilhões de posições diferentes, sendo apenas uma a correta. Um desafio que intrigou diversas gerações e até hoje é considerado o brinquedo mais vendido do mundo.

A redação do Jornal do Médio Vale (JMV) entrevistou Pedro Henrique Guerra Pereira, com apenas 14 anos. Ele é embaixador da “Biocube” que além de ser uma loja, é patrocinadora do time de elite de cubistas, os melhores do ranking de todo o Brasil. Ele é o divulgador do cubo mágico em todo o Brasil, já que também faz parte do Projeto O Vento nas Escolas.

- Publicidade -

Projeto que até então faz palestras para o público do Fundamental II e Ensino Médio, agora inicia uma nova fase com Pedro como embaixador do cubo mágico que atuará com uma palestra para o Fundamental I fazendo demonstração do cubo mágico falando sobre resolver problemas, trabalhando temas como superação, persistência, foco em acreditar em si em e em seus sonhos.

Como membro da equipe “Biocube” participa de campeonatos por todo o Brasil.

O cubo mágico ajudou consideravelmente em seus estudos, a ter foco, concentração, raciocino lógico e rápido, e também na interação com outras pessoas, já que participa de competições.

Em entrevista o jovem competidor falou sobre os desafios do esporte.

Segundo ele, tudo começou quando tinha 12 anos, onde um amigo lhe deu um cubo mágico 3×3. “Eu fiquei três dias tentando montar e depois desisti. Após um ano, eu fiquei um dia inteiro focado na resolução e consegui montar o cubo mágico em uma hora”, destacou Pedro Henrique.

O cubo mágico ajudou Pedro a ter foco, concentração e a resolver problemas. “Olhando de maneiro, “crua”, o cubo mágico é um problema, pois você tem que encaixar peça por peça e muitas vezes pode não ter sentido, mas no final, tudo se resolve. ”
O apoio dentro de casa é fundamental, e nosso entrevistado recebeu o apoio integral de seus pais. “Eles são os que mais me apoiam nos campeonatos”.

Ao ser questionado sobre as competições, nosso entrevistado é enfático em dizer: “Os campeonatos estão indo muito bem, tanto que na competição Joinville Open, eu consegui bater meu recorde de 3×3 com o tempo de 11 segundos e 91 milésimos. Mas esse tempo não chega nem perto do meu recorde em casa, que é de seis segundos”.

Propagar o cubo
mágico nas escolas

Como o esporte impulsionou Pedro nos estudos, na rotina e na sua vida, ele quer propagar o esporte e ressaltar os benefícios de sua prática. Em parceria com o Projeto O Vento nas Escolas, idealizado pelo seu pai, nesse ano ele inicia uma série de palestras nas escolas para incentivar e inspirar outros adolescentes. Na apresentação, Pedro faz demonstração do cubo mágico falando sobre resolver problemas, trabalhando temas como superação, persistência, foco em acreditar em si e em seus sonhos. As escolas que tiverem interesse podem entrar em contato pelo Instagram @oventonasescolas.

Como já mencionado, Pedro teve o apoio incondicional dos pais, Bill e Bárbara, e a redação do JMV entrevistou Bárbara Guerra para saber da evolução do filho após a prática esportiva. “Não só como mãe, mas como psicanalista, vejo que a prática desse esporte trabalha com questões muito importantes, entre elas a concentração, raciocínio lógico, persistência e claro a frustração, pois nem sempre eles conseguem o resultado que almejavam e isso faz parte”, comenta Bárbara.

Se os pais apoiaram Pedro, na prática do cubo mágico, Pedro também incentivou que os pais praticassem o esporte. E em casa, é comum ver a família reunida buscando resolver os algoritmos do cubo mágico. “Em casa meu marido Bill consegue resolver o 3×3, eu ainda não consegui, preciso persistir, mas, em contrapartida, consigo resolver o “Clock” que é um pouco diferente, trata-se de nove relógios que são embaralhados e para resolver tem que colocar as horas iguais. E o mais interessante é que a gente está com ele no mesmo espaço, compete com ele e partilha desse desafio junto, onde eu aprendo com ele e ele aprende comigo, essa interação é muito bacana”, destaca Bárbara.

Junte sua família e se divirta também com o cubo mágico.

A matéria completa com Pedro Henrique e Bárbara você encontra no canal do YouTube do Jornal do Médio Vale, lá Pedro demonstra toda sua habilidade.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui