22.2 C
Timbó
quarta-feira, 29 de maio de 2024

Colunas

MDB confirma união com PL e pode indicar vice de Flávio

O MDB de Timbó decidiu que irá se unir ao PL, nas eleições municipais deste ano e apoiar a pré-candidatura a prefeito de Flávio Germano Buzzi. O pré-candidato Buzzi e os presidentes do MDB, vereador Haroldo Fiebes, do PL, Jean Schütz, acompanhados por lideranças dos dois partidos, como o ex-prefeito Oscar Schneider (MDB), o vereador Carlos Adriano Krüger (Ito/PL), o vice-presidente do MDB, Marcos Gadotti e o empresário Magnus Germer, diretor do Grupo Germer e filho do ex-prefeito, Ingo Germer, visitaram o JMV, na tarde de ontem, dia 9 de maio, para anunciar a decisão. A coligação ainda deverá ser homologada nas convenções partidários, que devem ocorrer até o mês de julho.

O presidente do MDB, vereador Haroldo Fiebes, disse que o partido ouviu a proposta de todos os pré-candidatos de centro-direita e concluiu que a melhor opção é o alinhamento com o PL, seguindo a diretriz da maioria dos filiados em nível estadual e federal. Em especial em Timbó e Santa Catarina, o MDB está sintonizado ao trabalho desenvolvido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro e no estado ao governador Jorginho Melo. “A maioria do nosso partido quer este alinhamento e vamos trabalhar junto, com a possibilidade de indicar o pré-candidato a vice-prefeito, além de contribuir com ideias para o desenvolvimento da cidade”, disse Fiebes.

- Publicidade -

O presidente do PL de Timbó, Jean Schütz, disse que a aliança com o MDB fortalece a pré-candidatura de Flávio Buzzi e traz uma bagagem de bons serviços prestados pelo partido em diversos governos municipais, como as gestões dos ex-prefeitos Horst Otto Domning, Alidor Pieritz, Ingo Germer, Waldir Ladehoff e Oscar Schneider. Somados, o MDB administrou Timbó por 26 anos, metade do período pós 1964. “O MDB tem muito a contribuir com o legado de boas gestões e as ideias da nova geração”, enfatizou Jean.
O ex-prefeito Oscar Schneider disse que esta aliança unirá ainda mais o MDB, reconquistando o entusiasmo de seus partidários para uma gestão de resultados. O empresário Margnus Germer disse que vai se empenhar na campanha e acredita no projeto da aliança entre MDB e PL, com a liderança de Flávio Buzzi.

Indicação do vice

O PL deixou em aberto a indicação do pré-candidato a vice para um partido aliado e a adesão do MDB credencia a legenda à condição de indicar um nome para compor a majoritária com Flávio Buzzi. Entre os nomes cotados, estão: Magnus Germer, Haroldo Fiebes, Oscar Schneider, John Adriano Schwartz (Chinha) entre outros. Outras legendas também podem apresentar nomes para compor a vice de Buzzi. Entre os nomes já ventilados, estão o do ex-prefeito Juvêncio Slomp, filado ao PRD. A definição do nome a vice poderá resultar de uma pesquisa e do consenso da maioria dos aliados.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui