18.7 C
Timbó
sexta-feira, 21 de junho de 2024

Banco Central reduz os juros para 11,25% ao ano

Data:

Banco Central reduz os juros para 11,25% ao ano
Inflação está sob controle …

Thomas Erbacher

BRASÍLIA (Agência Brasil) – A Selic passou de 12,75% para 11,25%, refletindo o que vários economistas haviam apontado: a queda de 3,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no último trimestre de 2008, em relação ao trimestre anterior, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), levaria a uma redução ainda maior da Selic.


Avaliando o cenário macroeconômico, o Copom decidiu reduzir a taxa Selic para 11,25% a.a., por unanimidade. O Comitê acompanhará a evolução da trajetória prospectiva para a inflação até a sua próxima reunião, levando em conta a magnitude e a rapidez do ajuste da taxa básica de juros já implementado e seus efeitos cumulativos, para então definir os próximos passos na sua estratégia de política monetária.

- Publicidade -


A taxa de juros é o principal instrumento que o BC tem para controlar a inflação. Se os juros caem, a população tem maior acesso ao crédito e consome mais, com possibilidade de pressionar os preços. Mas, como a demanda por consumo está baixa em todos os países, e os preços das principais commodities, produtos básicos com cotação internacional, também estão em baixa, os analistas de mercado não vêem sinais de eventuais pressões inflacionárias.


Como a inflação está sob controle, com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) se encaminhando para o centro da meta de 4,5% no ano, a maioria dos analistas ouvidos todas as semanas pelo BC já diagnosticava aumento do ritmo de reduções da taxa Selic.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui