18.7 C
Timbó
sexta-feira, 21 de junho de 2024

Estimativa de crescimento da economia em 2009 cai para 0,59%

Data:

Estimativa de crescimento da economia em 2009 cai para 0,59%
Crescimento da economia neste ano está cada vez menor …

Thomas Erbacher

BRASÍLIA (Agência Brasil) – A expectativa de analistas de mercado para o crescimento da economia neste ano está cada vez menor. A informação está nos dados do boletim Focus, publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC) com base em projeções de analistas sobre os principais indicadores da economia. A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) está em 0,59%. Na semana anterior esse percentual era de 1,20% e há quatro semanas era de 1,50%.

Os analistas reduziram a estimativa depois da divulgação, na última semana, de que Produto Interno Bruto (PIB) no quarto trimestre de 2008 diminuiu 3,6% em relação ao terceiro trimestre do mesmo ano, o maior recuo da séria histórica que começou em 1996. Em meados de setembro de 2008, houve o agravamento da crise financeira internacional, o que levou à redução do crescimento econômico no país e no mundo.

- Publicidade -

No caso da produção industrial, os analistas já prevêem retração de 1,59%, sendo que na semana anterior esse percentual era de 0,04%. Há quatro semanas ainda havia a previsão de crescimento de 1,5% da produção industrial. Para 2010, no entanto, os analistas mantêm a estimativa de 3,5% para o crescimento do PIB e de 4% para a produção industrial.

Outro indicador afetado pela crise é o saldo da balança comercial (exportações e importações). Com o menor crescimento econômico no mundo, os países importam menos do Brasil. Além disso, o aumento da cotação do dólar e a redução do crescimento no país ajudam a diminuir as importações brasileiras.

A previsão dos analistas para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) é de US$ 13 bilhões, a mesma estimativa da semana anterior. Há quatro semanas, essa previsão era de US$ 14 bilhões. Para 2010, a estimativa é a mesma deste ano. A estimativa para a taxa de câmbio ao final de 2009 foi mantida em R$ 2,30. Para 2010, foi alterada de R$ 2,28 para R$ 2,30.

A projeção para a entrada de investimento estrangeiro direto no país (caracterizado pelo interesse duradouro do investimento do empreendimento) caiu de US$ 23 bilhões para U$S 22 bilhões. Para o próximo ano, foi mantida a estimativa de US$ 25 bilhões.

A expectativa para a relação entre dívida líquida do setor público e PIB subiu de 36% para 36,40%. Quanto menor essa relação, maior é a confiança do investidor estrangeiro de que o país é capaz de honrar seus compromissos.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui