17 C
Timbó
domingo, 21 de abril de 2024

Exportações catarinenses crescem 19,6% entre janeiro e agosto.

Data:

Exportações catarinenses crescem 19,6% entre janeiro e agosto.
As exportações de Santa Catarina cresceram 19,57% nos oito primeiros meses deste ano. …

Thomas Erbacher

FLORIANÓPOLIS ? As exportações de Santa Catarina cresceram 19,57% nos oito primeiros meses deste ano, acumulando US$ 5,69 bilhões até agosto. Os dados foram divulgados pela Federação das Indústrias de Santa Catarina ? Fiesc. No mesmo período, os embarques brasileiros tiveram um crescimento maior, de 27,73%, com as vendas externas chegando a US$ 130,84 bilhões.

Com o maior crescimento entre os produtos mais exportados pelas empresas catarinenses, as carnes e miudezas de frango lideram a pauta de exportações e já ultrapassaram a marca de US$ 1 bilhão entre janeiro e agosto. As vendas externas do segmento chegaram a US$ 1,187 bilhão até o mês passado, um avanço de 53,03% em relação ao mesmo período de 2007. O valor praticamente iguala o total embarcado pelo Estado em todo o ano passado, que foi de US$ 1,192 bilhão.

- Publicidade -

Entre os grupos de produtos mais vendidos no exterior, ficaram na seqüência o fumo (US$ 485,3 milhões), motores e geradores elétricos (US$ 313,3 milhões), motocompressores herméticos (US$ 294,2 milhões) e carnes, carcaças e miudezas de suíno (US$ 282 milhões). Dos dez maiores clientes de Santa Catarina, apenas nos Estados Unidos reduziram as importações este ano. Apesar da queda de 10,87% em relação aos oito primeiros meses de 2007, a maior economia do planeta continua sendo o principal destino dos produtos catarinenses, com US$ 775,9 milhões. Em seguida, ficaram a Holanda (US$ 389,2 milhões e alta de 42,15%), a Argentina (US$ 371,4 milhões e aumento de 16,05%), o Japão (US$ 359 milhões e crescimento de 78,15) e a Alemanha (US$ 265,3 milhões e alta de 11,03%).

Nas importações, o ritmo do crescimento catarinense continua acima do nacional. O Estado comprou do exterior US$ 5,27 bilhões entre janeiro e agosto, 71,28% a mais que no mesmo período de 2007. As importações brasileiras no mesmo período aumentaram 52%, chegando a US$ 113,95 bilhões. Na pauta das aquisições de outros países, os insumos para a indústria se mantêm em destaque, com os catodos de cobre (US$ 641,4 milhões), fios de fibras de poliéster (US$ 140 milhões), polietilenos (US$ 113,6 milhões), polímeros de etileno (US$ 110,2 milhões). A principal exceção são os pneus novos para ônibus, caminhões e automóveis, que tiveram crescimento de 237,06% no período e foram o terceiro produto mais importado, com US$ 123,4 milhões.

Com aumento de 92,7%, a China já vendeu para Santa Catarina US$ 1,003 bilhão este ano. Com isso, o gigante asiático respondeu sozinho por 19% das importações catarinenses. Na seqüência, ficaram o Chile (US$ 653 milhões), a Argentina (US$ 613,7 milhões), os Estados Unidos (US$ 439,8 milhões) e o Peru (US$ 240,5 milhões). Estimulada pelo forte incremento das importações, o saldo da balança comercial catarinense diminuiu 75,25%, ficando em US$ 415,6 milhões entre janeiro e agosto.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui