21.3 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

José Bagio vence Troféu Brasil com marca recorde

Data:

José Bagio vence Troféu Brasil com marca recorde
Marchador timboense (Rede/Acrilan) brilhou no Rio de Janeiro neste fim de semana, vencendo os 20.000 …

Cleiton Baumann

Rio de Janeiro – Deu samba no atletismo brasileiro. Na tarde deste sábado (6), o Sambódromo carioca foi o palco das disputas das provas masculina e feminina de marcha atlética 20 km, pelo 28° Troféu Brasil Caixa de Atletismo 2009. Na disputa masculina, o vitorioso foi o timboense José Alessandro Bagio (REDE Atletismo/Acrilan), com 1h26min31seg, novo recorde do torneio. O recorde anterior era 1h27min42seg, feito em 2008 por Rafael Duarte (Rafael morreu no início deste ano). "O vento forte complicou um pouco para todos. O meu tempo poderia ter sido bem melhor, mas estou contente em vencer o Troféu Brasil", comentou o campeão, que já tinha vaga assegurada no Mundial de Berlim, em agosto. Desde o início, Bagio, Mario José dos Santos Jr. (BM&F Bovespa) e Moacir Zimmermann (Adeblu) formaram o bloco que ditou o ritmo da prova. No entanto, a partir da desclassificação de Zimmermann, no km 11, Bagio abriu vantagem e liderou com sobras até cruzar a linha de chegada.
O pódio foi completado por Mario José, com 1h30min12seg, e por Erik da Silva Marques (Corplan), com o tempo de 1h34min02seg. Mário elogiou o campeão: "Venceu o Bagio, que era favorito. Meu objetivo era somar pontos para a equipe. Meu foco está na prova dos 50 km, na qual já tenho índice para o Mundial de Berlim", ponderou o ganhador da medalha de prata. Joacir Taschner, da FME de Timbó, chegou na 9ª colocação.

Feminino
A paranaense Tânia Regina Spindler (BM&FBovespa) venceu a prova feminina dos 20 km. Tânia ainda estabeleceu o novo recorde da competição, com 1h37min31seg, baixando em mais de um minuto a antiga marca, que pertencia à pernambucana Cisiane Lopes, colega de equipe de Tânia, que este ano ganhou medalha de prata, com 1h42min23seg. A 3ª posição ficou com Érika Rocha de Sena (também da BM&FBovespa), que marcou 1h45min15seg. Tânia e Cisiane, que já estão qualificadas para o Mundial de Berlim em agosto, também se classificaram para o Sul-Americano, que será disputado de 19 a 21 deste mês, em Lima. "O recorde brasileiro era o objetivo, mas está de ótimo tamanho o título e a nova marca do Troféu Brasil. Gostei muito dessa união entre a marcha e o Sambódromo. Afinal, a marcha também tem rebolado", brincou a campeã. A timboense Alessandra Picagevicz (Lojas Hardt/Bells/Rudolph) não terminou a prova.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui