16.7 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Cetisa integra alunos e familiares pela sustentabilidade

Data:

Cetisa integra alunos e familiares pela sustentabilidade
Feira de Ciências chega a 17ª edição mostrando que a escola tem grande força na educação ambi …

Neila Daronco/JMV

Foto: NEILA DARONCO

TIMBÓ– A Escola Cetisa recebeu ontem, 12 de julho, uma grande quantidade de visitantes que foram prestigiar os trabalhos desenvolvidos durante o primeiro semestre e agora apresentados à comunidade, na 17ª Feira de Ciências.
Ao circular pelos ambientes criados por alunos e professores a propósito da Feira de Ciências, a impressão que temos é de que estamos num mundo à parte: hora num mundo perfeito, ora num mundo problemático. O contraste entre as diversas situações reflete as diferentes atitudes frente ao cotidiano. “Recebemos o mundo de uma forma e estamos entregando-o de outra. As nossas gerações não cuidarm muito do ambiente e chegamos ao limite. A sustentabilidade mostra que precisamos viver com responsabilidade sobre o futuro. Precisamos deixar os recursos naturais para os próximos que virão. O evento e o trabalho realizado pelos alunos tiveram esse intuito”, explicou a diretora da Escola Cetisa, Nice Ewald Lenzi.
Acompanhados da professora de inglês Lenice, pudemos observar que todos aprenderam a lição, pois desde o maternal até o 8º ano, todos sabiam do que estavam falando e de sua importância para o mundo. Uma regra muito bem aplicada pelos professores, exigiu que os alunos pesquisassem e elaborassem um estudo científico do tema retratado na Feira de Ciências. Quando falamos em estudo, leia-se pesquisa de iniciação científica, onde há um projeto a ser elaborado e um relatório a respeito formulado. Junte isso a uma explanação frente a uma banca, tradicionalmente vivenciadas na universidade e a idade dos alunos, na faixa dos 10 aos 14 anos. “Essa experiência da pesquisa, de seguir as regras da escrita de artigos, bem formulados e ainda passar por uma avaliação de especialistas no tema, fora do âmbito escolar propicia um grande aprendizado, aprendem a se expressar melhor, a se comunicar e mostrar suas ideias”, explicou a diretora Nice.
Depois de aprovados por pessoas da área de interesse, a comunidade pode prestigiar e conhecer um pouco da vivência na Escola Cetisa. Os alunos prontamente explanavam sobre seus estudos e pesquisas e muitos deles, especialmente os alunos do 7º ano aproveitaram a área que lhes interessavam e foram conhecer mais. Exemplos desses: Hip Hop, Antropologia Forense, Disney, Steve Jobs, Hollywood, Escravidão e Descobrimento do Brasil, Alimentação Saudável, BMX, Guitarra, Energia, Casa Ecológica.
Outras turmas de 2º, 3º , 5º e 6º ano fizeram estudos sobre o meio ambiente catarinense, sobre a natureza, plantas e animais e com orientações sobre os melhores alimentos para uma vida saudável. As alunas do 6º ano trouxeram a experiência do minhocário, onde as minhocas se alimentam do lixo orgânico, alimentos, cascas de frutas, erva de chimarrão, entre outros alimentos. “A educação ambiental é uma bandeira levantada pela Escola e foi um trabalho bem articulado em todas as turmas. O que aprendem aqui, cobram dos pais e assim o conceito de sustentabilidade como os demais debatidos na Escola são repassados às famílias”, disse s diretora. Após o recesso escolar, em agosto, a Escola desenvolverá outro projeto, o “Cetisa em defesa do Planeta”, se debruçando sobre outras situações ambientais.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui