18.1 C
Timbó
terça-feira, 16 de julho de 2024

Coleção ‘Entre Caminhos e Bordados’

Data:

O artesanato transcende a mera habilidade manual; hoje, representa um símbolo de identidade e uma conexão viva com tempos e lugares distantes. Cada peça artesanal não apenas demonstra a destreza de seu criador, mas também carrega a memória de uma era, sendo um testemunho tangível de emoções e experiências vividas. Essas criações não são meros objetos; são chaves que abrem portas para profundas experiências humanas, permitindo uma conexão única e significativa com nossa história.

Neste contexto, o Jornal do Médio Vale (JMV) apresenta a história de mais uma artesã, uma entre 11 que contribuíram para as novas coleções de Produtos Artesanais e Criativos com a Identidade Cultural de Timbó. Esse programa é uma iniciativa dos gestores municipais de Cultura e Turismo, com o apoio do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí (Cimvi), em parceria com o Sebrae, Fundação de Cultura e Turismo e a Prefeitura de Timbó.

- Publicidade -

As novas coleções de Produtos Artesanais e Criativos com a Identidade Cultural de Timbó são fruto do Programa de Desenvolvimento para o Artesanato Ouro, uma parceria entre o Sebrae e órgãos culturais municipais. Este programa oferece uma variedade de ações e soluções, como capacitações coletivas, consultorias individuais, mentorias, workshops e eventos, visando integrar o potencial inovador com a identidade cultural local.

Nesta edição, apresentamos a trajetória da artesã Pamela Gabriely Tomko Volkmann, cuja nova coleção “Entre Caminhos e Bordados” tem encantado admiradores da arte e da moda. Motivada pela busca incessante por qualidade, Pamela compartilhou sua experiência: “Acredito que a qualidade dos cursos oferecidos pelo Sebrae me inspirou a imaginar um programa capaz de agregar valor e conhecimento ao meu produto.”

Ela ressalta que durante o programa seus aprendizados foram significativos: “Com formação acadêmica em design de moda, sempre busquei diferenciar meus produtos. Após o curso, aprendi a criar estampas exclusivas, explorando técnicas artesanais imigrantes para uma releitura moderna, enriquecendo a identidade cultural das peças.”

Pamela explica que essa mudança de abordagem foi notável: “Meu olhar se ampliou para nossa história, cultura e natureza, inspirando novas coleções com detalhes arquitetônicos, fauna, flora e gastronomia.”

Sobre o processo criativo da coleção, Pamela revela: “Me inspirei nos bordados e elementos de nossa cidade, como nossos jardins e heranças imigrantes, utilizando técnicas como ponto cheio, ponto cruz e pintura de agulha.”

Segundo a artesã, desenvolver as peças foi um desafio superado com criatividade: “Criei um painel visual com técnicas variadas e elementos, resultando em estampas vibrantes e modelagens únicas, características da Alfazema.”

Pamela destaca também a sustentabilidade como foco central: “Reaproveitamos retalhos em produtos menores e iniciamos projetos com sobras, como chaveiros em resina personalizados.”

Ela enfatiza a parceria com comunidades locais: “Utilizei o acervo de minha mãe e planejo explorar técnicas de outros artesãos em futuras estampas.”

Quanto ao futuro, Pamela espera que sua coleção seja valorizada por seu significado cultural, incentivando o consumo consciente e o apoio a artesãos locais. Finalizando, ela compartilha a importância do feedback dos clientes: “O retorno ajuda a aprimorar as peças, garantindo funcionalidade e identidade.”

Essa coleção não apenas reflete a dedicação de Pamela à sua arte, mas também celebra a rica herança cultural de Timbó.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui