17.5 C
Timbó
terça-feira, 16 de julho de 2024

Desafios para o desenvolvimento do Vale Europeu

Data:

O Vale Europeu é reconhecido nacional e internacionalmente por sua rica cultura europeia, economia diversificada e pelo espírito empreendedor e trabalhador de seu povo. Esta região catarinense possui o maior PIB per capita do estado, e suas cidades acumulam títulos que refletem a alta qualidade de vida de seus habitantes. Anualmente, milhares de pessoas escolhem o Vale Europeu como destino turístico, impulsionando seu crescimento independente e desenvolvimento econômico, fundamentados no trabalho árduo de sua população e em sua vocação econômica.

Entretanto, assim como outras macrorregiões catarinenses, o Vale Europeu carece de atenção estatal para garantir um desenvolvimento sustentável a curto e médio prazo.

- Publicidade -

Para discutir as prioridades e os esforços em curso para melhorias na região, o presidente da Associação de Municípios do Vale Europeu (Amve) e prefeito de Timbó, Jorge Augusto Krüger, concedeu uma entrevista ao Jornal do Médio Vale (JMV).

Segundo o prefeito, apesar do enorme potencial de crescimento, a região ainda enfrenta problemas básicos, o que fortalece a defesa do municipalismo pelos municípios do Vale Europeu. “É essencial que nossos parlamentares, tanto estaduais quanto federais – incluindo deputados e senadores – intensifiquem suas ações por mais infraestrutura, recursos para educação, saúde, assistência social e demais áreas municipais. Além disso, devem apoiar os municípios em questões jurídicas e no desenvolvimento de políticas públicas alinhadas com as diretrizes do Tribunal de Contas.”

Krüger enfatiza que “a qualificação do corpo técnico das prefeituras é fundamental, um trabalho desenvolvido em colaboração pela nossa associação de municípios e suas estruturas complementares. O Consórcio de Saúde (antigo CISAN-VI, hoje APS) é um exemplo dessa cooperação, facilitando compras consorciadas para reduzir custos com exames e consultas médicas complexas, além de cuidar da gestão de resíduos sólidos e ambiental.”

O presidente da Amve destaca também a necessidade histórica de melhorias na infraestrutura, crucial para a competitividade das empresas, mobilidade dos trabalhadores e desenvolvimento do turismo regional. “A demora na conclusão da obra da BR 470 prejudica o progresso regional; estamos cobrando do Governo Federal o cumprimento do cronograma estabelecido para 2026, garantindo avanços significativos.”

Krüger observa que “outra questão crucial são as demandas por segurança pública. Com um efetivo policial reduzido, especialmente no Médio Vale, é vital não apenas aumentar, mas também recompor esse contingente para atender às necessidades de uma região dinâmica e segura. Além disso, é essencial investir na Defesa Civil para mitigar os impactos de enchentes frequentes, através de projetos como a barragem de Botuverá, essenciais para a proteção das comunidades e gestão dos recursos hídricos.”
O presidente ressalta que “na recente Marcha dos Prefeitos em Brasília, reforçamos a importância de questões como desoneração da folha de pagamento, reforma tributária para descentralização de recursos e acesso ao programa Minha Casa, Minha Vida para municípios menores.”

Para concluir, Krüger destaca que “nosso compromisso é promover um desenvolvimento municipal equitativo através do fortalecimento das estruturas públicas e cooperação entre municípios e entidades associativas, assegurando que os recursos públicos atendam às necessidades locais e promovam qualidade de vida para todos os cidadãos.”
A entrevista completa com o presidente da Amve, prefeito Jorge Krüger, está disponível para visualização no canal do YouTube do Jornal do Médio Vale.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui