26.4 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Esperança: famílias celebram em suas casas

Data:

Esperança: famílias celebram em suas casas
Paróquia de Timbó realiza celebrações na Semana Santa através das redes sociais …

Clarice Graupe Daronco / JMV

TIMBÓ – “O convite foi aceito”. Com essa frase a pastora da Comunidade Luterana Trindade da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana (IECLB) de Timbó, Mirian Ratz, fala sobre o Domingo de Ramos e das diversas fotos que recebeu e que foram compartilhadas nas redes sociais, pelas famílias que colocaram nas portas, portões, janelas de suas casas ramos verdes, para celebrar o Domingo de Ramos. “O convite de enfeitar com o ramo verde as residências no Domingo de Ramos foi feito pela pastora presidente da IECLB, Sílvia Genz, que buscou através de um vídeo nas redes sociais animar as famílias e comunidades para que num gesto concreto, enfeitassem as portas, portões, janelas de suas casas com ramos verdes e que compartilhassem as fotos nas suas redes sociais, para que as pessoas possam ver a nossa união em Cristo e a beleza desta rede de esperança”.

Segundo a pastora na tradição de fé cristã, o Domingo de Ramos celebrado no dia 5 de abril, dá início à Semana Santa e se refere à entrada de Jesus em Jerusalém, quando uma grande multidão reunida para a festa da Páscoa estendeu suas vestes e ramos de palmeiras na estrada para aclamar Jesus como rei. “Isso aconteceu uma semana antes da festa da Páscoa. A Páscoa era uma ocasião especial a cada ano, em que os judeus se lembravam de como Deus os protegeu da morte e os libertara da escravidão no Egito, muitos anos antes. A Páscoa é a festa da Libertação. Mas como compreender que a multidão que clama: “Hosana!”, “Salva-nos!” logo gritaria “crucifica-o”?”

- Publicidade -

A pastora observa ainda que Datas e horários – Dia 9 de abril, quinta-feira às 19h; – Sexta-feira Santa às 19h; – Sábado de Aleluia às 19h; – Domingo de Páscoa às 9h os ministros estarão na Igreja da Ressurreição celebrando a Vitória da Vida. Este culto também será transmitido pela Rádio Cultura 92.1 FM. “Vamos permanecer nos nossos lares em oração para resistimos na esperança de que em breve poderemos nos reunir novamente em nossas comunidades”. A pastora informa ainda que a Comunidade e a Paróquia como um todo está seguindo às orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde e estará informando às famílias assim que tiver alguma alteração na possibilidade de celebrações em grupos. certamente essa Semana Santa nos lembrará também que no tempo de Jesus – mesmo sem internet, sem Facebook, sem WhatsApp ou fake News – as pessoas mudaram de entusiasmo muito rapidamente. “Em menos de uma semana a aprovação – a alegria, o Hosana – se transformou em gritos de condenação. Os gritos de Hosana (Salva-nos!) se transformaram em gritos de Crucifica-o!”

Mirian afirma que a Semana Santa é para todos os cristãos um tempo muito significativo. “Também em nossas comunidades temos buscado formas para estar mais próximos, mesmo com o isolamento social. Mesmo distantes fisicamente, estamos unidas e unidos no amor de Cristo! Vamos nos unir como famílias que creem em Jesus neste gesto repleto de significado. Que a Semana Santa não perca seu significado em nossa casa, em nossas vidas e na vida de nossas comunidades de fé. As comunidades Luteranas em Timbó promoverão celebrações durante a Semana Santa que poderão ser acompanhadas por suas redes sociais e serão divulgadas através dos meios de comunicação”.

Os pastores da Paróquia de Timbó fazem o seguinte convite: “Estimadas famílias! Neste ano vamos celebrar a Paixão de Jesus e a Páscoa de maneira diferente. Vocês poderão acompanhar de casa pelas redes sociais as celebrações que nós, ministros/a realizaremos”.


Datas e horários

– Dia 9 de abril, quinta-feira às 19h; – Sexta-feira Santa às 19h;

– Sábado de Aleluia às 19h;

– Domingo de Páscoa às 9h os ministros estarão na Igreja da Ressurreição celebrando a Vitória da Vida. Este culto também será transmitido pela Rádio Cultura 92.1 FM.

“Vamos permanecer nos nossos lares em oração para resistimos na esperança de que em breve poderemos nos reunir novamente em nossas comunidades”

A pastora informa ainda que a Comunidade e a Paróquia como um todo está seguindo às orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde e estará informando às famílias assim que tiver alguma alteração na possibilidade de celebrações em grupos.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui