15.6 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Ex-ateu lança livro sobrea vida católica

Data:

Um famoso professor de história e estudos religiosos nos Estados Unidos, Philip Jenkins, chamou o anticatolicismo de “o último preconceito aceitável nos Estados Unidos”. Será que é somente na nação norte-americana que ainda existe esse preconceito? O livro “Católicos”, que será lançado hoje, dia 23 de fevereiro, traz uma visão detalhada da fé católica pelas lentes de um ex-ateu, que hoje é um conhecedor profundo do catolicismo.


O livro “Católicos – Viver para glorificar a Deus, Glorificar a Deus para viver”, foi escrito por Werner Neuert e o lançamento está marcado para às 20h, no casarão ao lado da matriz Santa Inês, em Indaial. Logo após a missa das 19h, presidida pelo padre João Bachmann.

- Publicidade -


Neuert visitou os estúdios do Jornal do Médio Vale (JMV) oportunidade em que relatou um pouco mais sobre esse livro que vai atrair a atenção de todas as denominações religiosas.

O livro

O livro é dividido em três partes. Na primeira, o escritor optou por responder a temas “polêmicos”, como “Por que batizar crianças? Uma pessoa pode tornar-se santa? A mãe de Jesus é uma mulher qualquer?”, dúvidas e perguntas feitas diariamente por católicos e não católicos.


Com um olhar histórico e rico no aspecto do conhecimento religioso, Neuert enfatiza que o livro é de utilidade para os católicos. A ideia do livro partiu de sua companheira Maurita, ela sendo uma católica fervorosa, por muitas vezes foi abordada com questionamentos que nem ela, como católica, conseguia responder. Então, nasceu o livro “Católicos”.


Respeitando o evento de lançamento que acontece hoje, o JMV traz um spoiler de alguns temas abordados e vamos começar com o primeiro, que vai aguçar a curiosidade para uma leitura completa.

Por que batizar crianças?

Para responder a essa pergunta, não basta apenas ser católico, é preciso entender a importância do batismo e o que significa ser batizado. Os católicos batizam seus filhos pequeninos porque amam e desejam que eles cresçam e desenvolvam-se física e espiritualmente da melhor maneira possível. O batismo é o remédio e alimento da vida eterna. Conforme a Igreja Católica, o batismo é um presente de Deus para nossa salvação, e não depende de méritos de quem o recebe. Se tivéssemos que esperar pelos nossos méritos para sermos batizados, provavelmente jamais estaríamos suficientemente preparados.


A vida católica inicia com o batismo e essa é uma questão extremamente importante para os católicos, “os pais que alimentam seus filhos com comida saudável, para crescerem saudáveis fisicamente, também os alimentam espiritualmente, para crescerem saudáveis espiritualmente, por isso o batismo é o início dessa vida espiritual saudável”.
Se na primeira parte do livro Neuert r

esponde perguntas, na segunda parte encontram-se os tópicos que se referem a aspectos fundamentais da vida católica. Nessa parte, são abordados os meios extremamente úteis para viver um cotidiano em estreita relação com Deus.


Entre os tópicos descritos, podemos citar “Renunciar a si, tomar a cruz e seguir Jesus – A vida no espírito”, “Não sabemos o que é conveniente pedir, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis – Oração na vida cristã”.


E a terceira e última parte intitula-se “A Igreja de Nosso Senhor Jesus e a secularização do Ocidente”, conforme o escritor, nenhuma novidade foi dita ao longo das páginas escritas, tudo o que se escreve se corrobora inspirado no Magistério da Santa Igreja.


Para se obter um conhecimento inigualável como o obtido por Neuert, um ex-ateu que se tornou católico aos 39 anos, é necessário encontrar o caminho que procurava desde a adolescência. No prefácio do livro, ele escreve: “Vivi anos de profunda crise existencial e, ainda ateu, eu suplicava: Deus, se tu existes, concede-me o dom da fé”.


A entrevista completa com o escritor Werner Neuert você pode assistir no canal do YouTube do Jornal do Médio Vale.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui