18.3 C
Timbó
quinta-feira, 30 de maio de 2024

Governo de SC monitora liberação parcial de tráfego de veículos na BR-101

Data:

Concessionária que administra o trecho na Grande Florianópolis liberou parcialmente o tráfego de veículos no Morro dos Cavalos, em Palhoça

O governo de Santa Catarina tem atuado desde as primeiras horas da interrupção do tráfego no final de semana de uma das principais rodovias do Estado, a BR-101, bloqueado nos dois sentidos no sábado por conta das fortes chuvas e quedas de barreira. Na manhã desta terça-feira, 16, a concessionária que administra o trecho na Grande Florianópolis liberou parcialmente o tráfego de veículos no Morro dos Cavalos, em Palhoça. Durante o período de bloqueio, a Defesa Civil distribuiu alimentos para os motoristas presos na fila e a Secretaria de Infraestrutura fez reparos e monitorou as condições das rodovias estaduais usadas para o desvio do trânsito de veículos leves.

- Publicidade -

“Para a Proteção e Defesa Civil, o bloqueio de uma via importante, como é o caso da BR-101, traz inúmeros problemas, principalmente em tudo aquilo que diz respeito ao acesso aos veículos de emergência para os atendimentos, assim como à população para a utilização dos serviços essenciais, como unidades de saúde, ensino, infraestrutura de comunicação, água e saneamento. Então, o bloqueio de uma rodovia como essa acaba atrapalhando bastante a vida do catarinense e a liberação ocorrida no dia de hoje, ainda que não seja completa, parcial, já possibilita que tudo comece a retornar à normalidade. Então, a partir de hoje, certamente, toda a região da Grande Florianópolis vai ter um impacto amenizado com essa liberação da BR-101”, explica o secretário de Proteção e Defesa Civil, Fabiano de Souza.

As informações da Polícia Rodoviária Federal apontam que, no sentido Curitiba (pista Norte), uma faixa foi liberada para tráfego no km 236. Já no sentido contrário, pista Sul (sentido Porto Alegre), houve a liberação de duas faixas para a fluidez do fluxo de veículos no km 229. A PRF e a Defesa Civil acompanham de perto a liberação feita nesta terça-feira (16). A concessionária alega que segue monitorando todo o trecho concedido e, se necessário, atuará em conjunto com a PRF e a Defesa Civil se novas medidas para garantir a segurança dos usuários precisem ser tomadas.

“Estamos desde ontem na estrada, monitorando, vistoriando, acompanhando, ajudando inclusive a liberar a Serra do Rio do Rastro. Tínhamos compromissos em Criciúma inadiáveis, importantes e aproveitamos esse momento para também colaborar nesse processo de vistoria. Foi importantíssimo monitorar as nossas rodovias estaduais no caos que se estabeleceu no trânsito de Santa Catarina com o bloqueio da BR-101. Agora a situação vai voltando ao normal. As equipes da SIE estão atentas, mobilizadas, desde a primeira hora da interrupção do trânsito por determinação do Governador Jorginho Mello, bem como esse secretário”, explica Jerry Comper, secretário da Infraestrutura.

Durante o período, a SIE pediu máxima atenção à indicação de tráfego para cada rodovia e que os motoristas procurassem informações nos postos da Polícia Rodoviária Estadual antes de seguirem por uma rota alternativa. A secretaria recomendou que veículos pesados evitassem trafegar pela SC-435, em São Bonifácio, a SC-108, em Anitápolis, a SC-370, Serra do Corvo Branco, e a SC-390, Serra do Rio do Rastro. A recomendação foi para que apenas veículos leves utilizassem os trajetos pelas rodovias estaduais, em especial as não pavimentadas.

Alerta para limites no tamanho de veículos em rotas alternativas

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (SIE) orienta sobre a segurança ao utilizar rotas alternativas pelas rodovias estaduais. A recomendação é que apenas veículos leves utilizem os trajetos pelas rodovias estaduais, em especial as não pavimentadas.

A SIE recomenda que veículos pesados evitem trafegar pela SC-435, em São Bonifácio, a SC-108, em Anitápolis, a SC-370, Serra do Corvo Branco, e a SC-390, Serra do Rio do Rastro. Veja ao final do texto as rotas recomendadas para caminhões.

O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper, pede máxima atenção à indicação de tráfego para cada rodovia e que os motoristas procurem informações nos postos da Polícia Rodoviária Estadual antes de seguirem por uma rota alternativa.

“Com a BR-101 fechada, muitos usuários estão usando as nossas SCs como rota alternativa e nós pedimos total atenção para rodovias como a SC-435, em São Bonifácio e a SC-108, em Anitápolis, que comportam o tráfego de veículos leves. Também é necessário todo o cuidado ao utilizar a SC-370 (Serra do Corvo Branco) e a SC-390 (Serra do Rio do Rastro). É fundamental que as pessoas se certifiquem das condições destes trajetos junto aos postos da Polícia Rodoviária Estadual. Toda a nossa preocupação neste momento é com a segurança da população”, explica o secretário.

Rotas alternativas à BR-101 para veículos pesados (caminhões, por exemplo)

A Polícia Rodoviária Federal orienta rotas alternativas ao bloqueio no Morro dos Cavalos, na BR-101Veja como proceder.

No sentido Sul (para Porto Alegre):

  • No Km 215 da BR-101/SC, acesse a BR-282/SC;
  • Dirija até Lages/SC;
  • Acesse a BR-116/SC e prossiga até Caxias do Sul/RS;
  • Acesse a BR-453 e dirija até Terra de Areia, quando poderá adentrar na BR-101/SC.

No sentido Norte (para Curitiba):

  • No Km 215 da BR-101/SC, acesse a BR-282/SC;
  • Dirija até Lages/SC;
  • Acesse a BR-116/SC e prossiga até Caxias do Sul/RS;
  • Acesse a BR-453 e dirija até Terra de Areia, quando poderá adentrar na BR-101/SC.
  • Acesse a BR-453 em Terra de Areia/RS;
  • Siga até Caxias do Sul/RS;
  • Acesse à BR-116 até Lages/SC;
  • Acesse a BR-282/SC e trafegue até Palhoça, quando poderá acessar à BR-101, no Km 215

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui