17.2 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Governo de Santa Catarina divulga plano de contingência para combate ao coronavírus

Data:

Governo de Santa Catarina divulga plano de contingência para combate ao coronavírus
Entenda como o governo do Estado vai organizar os leitos de UTI adulto para tratamento do Covid-19 n …

Foto: DIVULGAÇÃO PMT

TIMBÓ – O Governo de Santa Catarina anunciou o Plano de Contingência em resposta às emergências em Saúde Pública causadas pelo Coronavírus (Covid-19) no estado. No Plano, está definido que a região do Vale do Itajaí irá ter 203 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adultos para intensificar o combate e tratamento às vítimas do Coronavírus, sendo 45 deles no Hospital e Maternidade Oase, que fará exclusivamente atendimentos às pessoas que são vítimas do vírus e estão em estado grave.

Diante dessa decisão por parte do Estado, que é o órgão responsável pela regulamentação dos leitos de UTI, a Prefeitura de Timbó e a direção do Hospital Oase se uniram para buscar medidas que visem a proteção e atendimento aos demais casos (conforme foi esclarecido nessa publicação https://bit.ly/2xzy0On) 

- Publicidade -

Os atendimentos do Pronto-Socorro (PS) permanecem e serão feitos de forma isolada e, caso esse usuário necessite de internação, será encaminhado para outros hospitais da nossa microrregião através de uma ambulância, recebendo acompanhamento médico.

Essa é uma medida que protege as pessoas, que precisarão de atendimento médico devido a outras doenças, de entrarem em contato com aquelas que estejam infectadas pelo Covid-19. Além de Timbó, outras cinco cidades também irão ter hospitais com seus leitos de UTI ampliados para internação, que são Blumenau, Brusque, Ituporanga, Rio do Sul e Ibirama (conforme descrito na tabela). 

Importante observar que as cidades que possuem leitos deverão atender as demandas do coronavírus e das demais especialidades. Nesta semana, o Estado investiu R$ 76 milhões na compra de equipamentos para leitos, insumos e Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs). 

Outros investimentos serão feitos para que esses hospitais tenham equipes preparadas e equipamentos suficientes para tratar exclusivamente o Coronavírus (mas os demais hospitais do Estado também deverão tratar pacientes que forem contagiados). 

Importante esclarecer que, o que de fato compete ao município, em questão de regulamentação e investimentos, são as unidades de Saúde e o Pronto-Socorro do Hospital.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui