22.2 C
Timbó
quarta-feira, 29 de maio de 2024

Jurista e escritor Péricles Prade morre aos 82 anos

Data:

Nesta quinta-feira, 16 de maio, faleceu o advogado, escritor e ex-juiz federal Péricles Prade, aos 82 anos, em decorrência de uma forte gripe seguida de uma parada cardíaca, enquanto estava internado em Balneário Camboriú. Ele lutava contra uma leucemia há quatro anos e há dois mudou-se para Itapema, após residir por um longo período em Florianópolis.

Péricles é filho do ex-deputado estadual, Erwin Prade, que residiu em Timbó por muitos anos e tem uma escola em sua homenagem, além do próprio Péricles Prade, que recebeu a homenagem com a nomenclatura da Biblioteca Pública Péricles Prade. Ele deixa cinco filhos e a esposa, a advogada Patrícia Catarina Schmitz Prade. Natural de Rio dos Cedros, graduou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, exercendo posteriormente a função de juiz federal e lecionando em Santa Catarina e São Paulo. Mais tarde, abandonou a carreira pública para se dedicar à advocacia.

- Publicidade -

Reconhecido e respeitado, Péricles participou como palestrante em diversos congressos dentro e fora do país. Membro da Academia Catarinense de Letras e da Academia Brasileira de História, ele deixa um importante legado nas áreas do Direito, Filosofia, História, Sociologia e Literatura em Santa Catarina.

Biografia
Péricles Prade é formado em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina e ex-juiz federal em Florianópolis e em São Paulo.
É autor de inúmeros livros e artigos em diversas áreas do direito, palestrante em conferências de expressão jurídica e congressos internacionais.

Foi professor de direito constitucional na Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e na Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU/SP); professor de instituições de direito público no Centro Sócio-Econômico da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); professor de direito administrativo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); professor de direito financeiro e finanças públicas na Fundação Universidade Regional de Blumenau; professor-desdobrador de direito penal, teoria geral do direito penal e criminologia da Universidade de Brasília; professor de direito penal da Faculdade de Direito de Itajaí; professor de teoria geral do direito civil da FMU/SP.

Membro da Academia Paulista de Direito, do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional, da Academia de Ciências de Roma, da Associação Brasileira de Magistrados Federais, da Associação dos Advogados de São Paulo e da Ordem dos Advogados do Brasil (secções de São Paulo e de Santa Catarina).


Foi presidente da União Brasileira de Escritores (UBE) de 1980 a 1982.[1]
Obras publicadas
Poesia
Este interior de serpentes alegres (1963)
A lâmina (1963)
Sereia e Castiçal (1964)
Nos limites do foro (1976)
Os faróis invisíveis (1980)
Guardião dos 7 sons (1987)
Jaula amorosa (1995)
Pequeno tratado poético das asas (1999)
Ciranda Andaluz (2003)
Além dos Símbolos (2003)
Em forma de Chama (2005)
Pantera em Movimento (2006)
Tríplice Viagem ao Interior da Bota (2007)
Labirintos (2009)
Os melhores poemas de Lindolf Bell (2009)
Sob a Faca Giratória (2010)
Ficção
Os milagres do Cão Jerônimo (1971)
Alçapão para gigantes (1980)
Ao Som do Realejo (2008)
Relatos de um Corvo Sedutor (2008)
História
O julgamento de Galileu Galilei (1992)
Paracelso & Giordano Bruno (1994)
Vesalius, Pare & Harvey (1994)
Crítica
Múltipla paisagem (1973)
História das Artes Plásticas em Santa Catarina (1973)
Espreita no Olimpo (1973)
Espaço, Natureza e Corpo na Arte da Renascença (1986)
Corpo e Paisagem: introdução à obra fotográfica de Lair Bernardoni (1992)
Do que se chama Cabeça ou Cabeças e outras incursões (2002)
O Desenho de Valdir Rocha (2004)
Bruxaria nos Desenhos de Franklin Cascaes (2009)
A Pintura de Sílvio Pleticos (2009)[2]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui