30.6 C
Timbó
quarta-feira, 24 de abril de 2024

Observatório Social

Data:

Observatório Social

Clarice Graupe Daronco / JMV

Foto: ACIMVI

TIMBÓ – Com o objetivo de implantar o Observatório Social em Timbó a Associação Comercial e Industrial do Médio Vale do Itajaí (Acimvi), juntamente com um grupo de entidades locais promoveu uma importante palestra.

O evento que aconteceu no dia 5 de março, no Auditório do Centro Empresarial de Timbó (CET), contou com a presença do presidente do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas, que na oportunidade ministrou a palestra “Entenda o que é o Observatório Social do Brasil”.

- Publicidade -

De acordo com o presidente da Acimvi, Jeter Reinert Sobrinho, em sua passagem por Timbó, o presidente do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas, participou de audiências com o prefeito Jorge Krüger e o presidente da Câmara de Vereadores, Adilson Mesch.

Já no período da noite, Ribas ministrou palestra no Centro Empresarial de Timbó (CET) para um público de aproximadamente 100 pessoas, que tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história do 1º Observatório Social do Brasil e o que motivou a sua fundação.

“Os participantes também obtiveram informações a respeito do funcionamento de um observatório no município, suas atribuições, objetivos e resultados”, observa Jeter ao destacar que foi registrada a presença de várias pessoas da comunidade, como representantes de entidades, associados, filiados e membros, autoridades municipais e a imprensa.

Durante a palestra, Ribas explicou que o Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

“Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de contribuir em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, um Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos”, repassou o palestrante.

Jeter observa que em Timbó, deu- -se início a criação do Observatório Social, através da participação de diversas entidades, as quais indicaram representantes que nesse momento, estão em fase de conclusão das capacitações necessárias e sugeridas pelo Observatório Social do Brasil.


Integrantes do Observatório Social de Timbó:

* Associação Filosófica e Beneficente Pérola do Vale – Erlon Cimardi;

* Sociedade Fratérnitas de Timbó – Flávio Buzzi;

* Rotary Club Satélite de Timbó – Vale Europeu – José Vilson Frutuoso;

* Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Timbó – Ricardo Kurth;

* Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Timbó – Alécio Passig;

* Rotary Club de Timbó Pérola do Vale – Ernesto Bremer Junior;

* Câmara de Dirigentes Lojistas de Timbó – Carlos Roberto Mastelotto;

* Associação Empresarial do Médio Vale do Itajaí – Meyko Roberto Klitzke;

* Lions Clube de Timbó – Thiago Mir Brandt;

* Rotary Club de Timbó – Jackson Pacher;

* Centro de Engenheiros e Agrônomos de Timbó – Rogério Honorato Tonolli;

* Associação Beneficente Labor – Osmar Antônio Tomelin;

* Jeep Clube de Timbó – nome a definir;

* Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Timbó – Telmo Francisco Riboli;

* Associação Beneficente Pérola do Vale – Ivo Neitzel.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui