23.3 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

PP e MDB podem unir forças em Indaial

Data:

PP e MDB podem unir forças em Indaial

Evandro Loes / JMV

INDAIAL – Lideranças do PP e MDB estão realizando encontros periódicos, visando a união de forças nas eleições municipais deste ano. Esta semana, em visita ao JMV, os presidentes do PP, Anderson Luz dos Santos, o Batata, e o presidente do MDB, Márcio Ferrari, acompanhados pelo vereador Osvaldo Metzner, o Santo Antônio (MDB), revelaram que as conversas estão adiantadas e o MDB até cogita abrir mão de integrar a majoritária em favor de uma coligação maior. Batata é o pré-candidato do grupo e a vaga de vice estaria aberta a uma liderança de partido coligado. “Estamos organizando uma proposta para Indaial e todas as lideranças envolvidas neste processo tem experiência comprovada na administração pública”, disse.

Batata é formado em Direito e é servidor de carreira do Judiciário. Ele tem pós-graduação e especialização em administração pública. Nos últimos anos, Batata vem realizando palestras em todo o estado, abordando aspectos do Direito Público e Administração Pública em geral. Em Indaial, tem realizado eventos de formação política, reunindo muitos jovens e lideranças comunitárias. “Agora estamos mantendo conversas com os demais partidos e a união do PP e MDB está praticamente selada, reunindo muita força, experiência e tradição. Vamos deixar de lado as divergências do passado e pensar nos pontos em comum para oferecer uma alternativa viável ao eleitor”, enfatizou Batata.

- Publicidade -

O presidente do MDB, Márcio Ferrari, que foi secretário na gestão do ex-prefeito Sérgio Almir dos Santos, o Serginho, que deixou o MDB no final do ano passado, chateado pela falta de apoio ao seu projeto como pré-candidato a deputado estadual, disse que o antigo correligionário não deve unir forças com o atual prefeito de Indaial, André Moser (PSDB), conforme está sendo cogitado pelas lideranças do PSD.

“Não podemos esquecer que Serginho foi massacrado por este grupo político e se for para ele ser vice, é muito mais viável e coerente ele somar forças com quem sempre esteve ao seu lado”, comentou Ferrari. Na mesma linha de pensamento, o vereador Osvaldo Metzner, o Santo Antônio, com sete mandatos de vereador, disse que não acredita que Serginho vai esquecer todo o seu passado de lutas ao lado do MDB.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui