21.2 C
Timbó
segunda-feira, 20 de maio de 2024

Prefeitura esclarece situação da rua Mônaco

Data:

Moradores da rua Mônaco, no bairro das Nações, entraram em contato com a redação do Jornal do Médio Vale (JMV), para reclamar sobre a situação da via. O fato é que uma cratera com aproximadamente seis metros de profundidade se abriu e interditou totalmente a rua, alterando a rotina dos moradores. Importante ressaltar que essa é a segunda vez que a rua fica interditada nesse ano de 2024. O trecho, que é residencial e bem movimentado devido ao funcionamento do tabelionato de notas e protestos, e um educandário que se localiza próximo à rua.

A fim de esclarecer com o setor público o que está acontecendo e quando o problema será resolvido, a redação do JMV contactou o secretário de Planejamento, Trânsito, Meio Ambiente, Indústria, Comércio e Serviços, Luiz Carlos Gama Alves Junior.

- Publicidade -

O secretário informou que: “tem uma obra que está em andamento na rua Senegal e no momento em que estava sendo feita a fundação da obra e levantando o muro de contenção, houve o primeiro desmoronamento da rua.

Isso aconteceu, pois do outro lado da rua Mônaco existe uma área verde e tem uma nascente e a nascente infiltrou pela terra. A rua foi interditada, e após rápida ação do setor competente e os responsáveis pela obra foi feita a contenção com pedras para dar segurança aos trabalhadores da obra, porém com o volume da infiltração, isso não foi o suficiente, então a rua foi interditada, para ser feito um muro de contenção definitivo e assim a Prefeitura possa liberar a via”.

Gama enfatizou ainda “que o problema da infiltração não é da drenagem da rua, conforme dito a drenagem mantém-se intacta. Não tem o risco de novos deslizamentos, a área aberta é maior que a área atingida pela infiltração. Tomamos o cuidado de sinalizar a rua Mônaco nas duas extremidades, para dar segurança para quem estiver transitando”.

Quando o problema
será resolvido?

Os moradores da rua Mônaco têm lidado com essa demanda desde o início do ano e querem saber quando poderão trafegar com tranquilidade na via. “Nosso objetivo é resolver o problema de forma objetiva. Estamos trabalhando com um prazo de 45 a 60 dias para uma solução definitiva. Anteriormente, adotamos uma medida paliativa que não foi eficaz, levando à cedência da rua após a liberação da via. Entendemos que é essencial construir um muro de contenção antes de finalizar o serviço pelo setor público”, acrescentou Gama.

Muito se comenta que os problemas na rua Mônaco começaram desde o início da obra na rua Senegal. A redação do JMV esclareceu com o secretário que a construção continua, mas a reconstrução da rua Mônaco está parada.

“O problema de infiltração já existia, porém estava ‘escondido’ devido à falta de movimentação de terra. A obra está regular, com todas as autorizações necessárias, mas durante as movimentações de terra, o problema de infiltração veio à tona. É importante destacar que já estão realizando a concretagem para o muro de contenção”.

Assunto foi parar na
Câmara de Vereadores

Alguns moradores cansados procuram os vereadores do município para abordar o problema na Câmara e pressionar o poder público por uma solução. Os vereadores Carlos Adriano Krüger, conhecido como Ito, e Adriano José da Silva discutiram o assunto durante a sessão ordinária na Câmara de Vereadores.

Ito visitou o local e examinou a situação. “O problema começou no ano passado, durante as obras, quando a faixa sanitária precisou ser modificada para a instalação da tubulação, tudo feito dentro da legalidade. No entanto, toda a escavação foi feita rente à rua, atingindo uma altura de aproximadamente seis metros, e acreditamos que aí começaram os problemas. Após a troca da faixa sanitária, não houve verificação da qualidade do material utilizado. A rua foi fechada, aterrada e liberada. Com as chuvas, ocorreu o primeiro deslizamento, levando a empresa responsável pela obra a remover todo o material. Após refazer o serviço, a rua foi aterrada e a pavimentação recomeçou no trecho afetado. No entanto, após a liberação, os trabalhadores foram surpreendidos por estalos e ocorreu um segundo deslizamento. Os moradores estão insatisfeitos com a demora da obra e a falta de atividade no local. É necessário que o poder público priorize o bem-estar coletivo e exija que a empresa resolva o problema na rua”.


A reportagem também entrou em contato como vereador Adriano, que destacou ter sido acionado por moradores da rua, e conversou com o responsável pela obra na rua Senegal, e este lhe informou que está fazendo o possível para resolver o problema.


Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui