23.3 C
Timbó
quarta-feira, 24 de abril de 2024

Projeto de Geração para Geração volta às atividades

Data:

Projeto de Geração para Geração volta às atividades
EBM Tancredo de Almeida Neves foi a primeira instituição a receber a ação ‘Chá dos Avós’ n …

Amanda Bittencourt/ JMV

Foto: Divulgação

INDAIAL – Iniciadas as aulas nas escolas de Indaial, o projeto de “De Geração para Geração” também retoma suas atividades no município. A primeira escola a receber a ação neste ano foi a Escola Básica Municipal Tancredo de Almeida Neves.

Segundo a coordenadora do projeto, Malvina Juliane Ribeiro, o encontro aconteceu na quinta-feira, dia 27 de fevereiro e na ocasião foi realizado o “Chá dos Avós”. “Foi uma tarde inesquecível e intensa, onde os avós dos alunos compareceram na escola para mais uma edição do projeto realizado com o quarto ano do Fundamental”.

- Publicidade -

A iniciativa tem como objetivo levar as crianças a conhecerem as origens, as histórias, tradições e costumes dos seus avós.

Malvina destaca que além da escola Tancredo de Almeida Neves a ação também abrange em Indaial, a Escola de Educação Básica Professora Attela Jenichen. Já em Blumenau, o projeto acontece em três escolas: E.B.M. General Lúcio Esteves, E.B.M. Professor Nilo Borghesi e Centro de Educação Pré-Escolar Anjos da Terra.

Sobre os idosos participantes, a coordenadora menciona que os trabalhos vêm sendo desenvolvidos com os idosos da Casa São Simeão de Blumenau e do Lar Elsi Benz de Timbó. 

O Projeto

“Respeitar os mais velhos e aumentar a autoestima dos idosos. Foi por meio dessas diretrizes que nasceu o projeto “De Geração para Geração”, desenvolvido em escolas públicas e particulares dos município de Indaial e Blumenau”, explica Malvina.  

O projeto social promove troca de experiências entre crianças e idosos em escola, além de aumentar a autoestima dos mais velhos. “Atualmente o descaso, o desrespeito e a falta de paciência dos jovens para com os idosos vêm crescendo, gerando conflitos entre gerações e exclusão dos idosos. Tal situação sugere uma reorientação da compreensão do envelhecimento já na escola, com a participação dos idosos reforçando valores e atitudes positivas com relação à velhice, com estímulo ao exercício da cidadania e solidariedade”, finaliza.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui