26.4 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Timbó constrói o dobro do aumento populacional

Data:

Timbó constrói o dobro do aumento populacional
Em dez anos, o número de construções aumentou mais de 51%, comparado com o populacional, que foi …

CLARICE GRAUPE DARONCO/JMV

Foto: ANDRÉ SCHROEDER/JMV

TIMBÓ – A região do Médio Vale do Itajaí apresenta um crescimento constante na área da construção civil. Diversos são os prédios e as casas residenciais que se erguem pelos bairros do município. As construtoras de diversos municípios investem no mercado local e novos empreendimentos são lançados a cada mês.  De acordo com o empresário do setor de construção civil, Roberto Agostini, o auge no setor não é apenas um privilégio de Timbó, nem tampouco do Médio Vale do Itajaí. “O crescimento é nacional. O país está entre as economias mais potentes do mundo e o setor imobiliário contribui para esse resultado”, observa Agostini.
De acordo com dados da Secretaria de Planejamento, da Prefeitura de Timbó, nos últimos dez anos foram concedidos 5.486 alvarás de construções e de legalização. Se analisado o número de domicílios no Censo de 2000, que era de 8.452, com o Censo de 2010, que alcançou 12.811 domicílios. Já o número de habitantes em 2000, era de 29.358 e em 2010, os recenseadores do IBGE registraram o total de 36.364 habitantes.
Se comparar a porcentagem de crescimento no número de domicílios de 2000 à 2010 foi superior a 51%. Já o crescimento populacional registrou um aumentou inferior à 24%.
O empresário explica que Timbó é uma cidade em crescimento e esse crescimento não vai parar. “O município comporta um parque fabril que oferece uma gama de empregos e que necessita de mão de obra”, observa Agostini ao frisar que essas famílias que vem para Timbó em razão do emprego que é oferecido, precisam de local para residir.
O empresário observa que hoje existe uma gama maior de construções de prédios, devido à falta de espaço territorial. “Atualmente está sendo necessário investir na verticalização”, destaca Agostini ao comentar que essa é uma tendência nacional, os apartamentos são mais seguros e na maioria dos casos, mais baratos do que uma casa de tamanho equivalente. As condições de pagamento também são mais facilitadas, e em geral, um condomínio oferece muitas opções de lazer. A mudança de hábito também contribui para esse fator. É mais seguro e mais prático. Além de auxiliar na preservação do meio ambiente. “Outro fator determinante para o aumento nas construções, está nos programas do Governo Federal que auxiliam as famílias na aquisição da casa própria. Em Timbó são diversos os prédios que estão sendo construídos para abrigar essas famílias e a Caixa Econômica Federal é uma das grandes parceiras das imobiliárias e das famílias para a realização dessas ações”.
Ao analisar o número de construções no município de Timbó, o empresário do ramo imobiliário, Itamar Kessler, afirma que é necessário ter cautela. Para ele, os imóveis que estão sendo construídos e finalizados são os iniciados nos últimos cinco anos. “Nesse ano de 2011 registrou-se uma reduzida nos novos investimentos. Temos muitos prédios e casas residenciais em construção que precisam de donos, pois a grande maioria são investimentos de construtoras e imobiliárias parceiras”, observa Kessler ao comentar que está sendo visto no mercado imobiliário uma redução nos investimentos. “O valor dos imóveis estão elevados e é preciso perceber que existe, atualmente, uma gama em ofertas de apartamentos e residências que são superiores a procura”, destaca o corretor de imóveis, ao afirmar que a tendência é que haja uma redução nos valores para que possam ser comercializados e aconteça o giro econômico. “Atualmente é preciso ser cauteloso, pois tivemos uma época que havia procura, mas a demanda era restrita. Hoje temos demanda, mas a procura está sendo restrita”, aconselha o corretor de imóveis.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui