14.4 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Transformando infâncias com solidariedade

Data:

Transformando infâncias com solidariedade

Lara Ferreira [email protected]

Foto: FOTOS/LARA FERREIRA/JMV

O provérbio “fazer o bem sem olhar a quem” é mais do que um ditado popular para os idealizadores do Projeto Luizão, uma iniciativa que vem promovendo ações altruístas há mais de 30 anos. O ato de doar, para eles, é uma expressão genuína de amor ao próximo.

A redação do Jornal do Médio Vale (JMV) teve a oportunidade de conversar com os mentores do projeto em seu “ateliê”, localizado no bairro Pomeranos, na cidade de Timbó. “Vamos conhecer a história inspiradora de Luiz Carlos da Costa e Walmor Hessmann, os visionários por trás dessa ação que transforma infâncias com solidariedade”.

- Publicidade -

Luiz Carlos da Costa foi o pioneiro desse projeto, e é em sua homenagem que ele leva o nome. Ao abrir seu coração para o JMV, Costa compartilhou a história de uma infância marcada pela pobreza extrema e pela fome. Aos cinco anos, foi adotado por uma família de classe média, proporcionando-lhe educação e uma vida de qualidade. Após percorrer os estágios convencionais da vida – estudar, trabalhar e se aposentar – Costa, cheio de vitalidade, sentiu o desejo de fazer mais. Foi assim que surgiu a ideia de confeccionar brinquedos para doar a crianças carentes. “Comprei uma serra tico-tico, fiz alguns brinquedos de forma artesanal e consegui expô-los no Pavilhão de Eventos Henry Paul, em Timbó. Desde então, nunca mais parei. Enquanto tiver saúde, continuarei”, afirmou Costa.

Atualmente, o projeto beneficia crianças na região Oeste de Santa Catarina. Costa destaca a importância dos brinquedos feitos à mão, ressaltando a alegria das crianças ao brincarem com essas peças de madeira. Ele enfatiza: “Lá, você percebe o valor de um simples brinquedo que nós fazemos, e a felicidade das crianças ao brincarem com essas criações feitas com amor”.

O “carro-chefe” do projeto são os carrinhos, mas os idealizadores também se dedicam à criação de brinquedos exclusivos para as meninas. Costa destaca a dificuldade adicional ao fazer brinquedos para meninas, mas ele e sua equipe sempre encontram soluções criativas. Um exemplo notável é a cama para boneca, onde um pequeno detalhe, como o uso de um retalho como “coberta” para a boneca, faz toda a diferença. Essa abordagem lúdica permite que as meninas coloquem suas bonecas para dormir de maneira envolvente.

Colaboração e parceria essenciais 

Para que um projeto alcance o sucesso, é crucial contar com parcerias sólidas e amizades confiáveis. A colaboração entre Luiz Carlos da Costa e Walmor Hessmann exemplifica isso. Enquanto Costa realiza o corte da madeira, Hessmann assume a montagem das peças, formando uma equipe coesa e eficiente.

Costa destaca a importância dessa parceria duradoura: “Eu tenho meu amigo Walmor Hessmann. Essa parceria é de muitos anos. Ele me ajuda muito, e geralmente ele fica na parte dos carrinhos, enquanto eu corto toda a madeira e trago aqui para ele montar.”

Vamos agora explorar o significado desse projeto para Hessmann. Sentado em frente à mesa onde passa horas diárias montando os brinquedos, ele compartilha sua motivação pessoal: “Comecei com esse projeto porque praticamente sou cadeirante. Não tenho mais condições de fazer outro serviço, e um dia encontrei o Luiz e pedi para ajudar. O que estou fazendo pelas crianças pobres é como uma fisioterapia para mim.”

Ao longo de mais de 15 anos, o Projeto Luizão tem beneficiado anualmente milhares de crianças. Iniciando em Timbó, expandiu-se para diversas cidades, incluindo Apiúna, Indaial, Vargem, Correia Pinto, Taió, Timbó Grande, Lebon Régis, Curitibanos, Santa Cecília, Brunópolis, Abdon Batista, São José do Cerrito, Ponte Alta do Norte, Taiozinho, Lages, Rio do Campo, São Cristóvão do Sul, Painel e Rio do Campo.

Comprometimento duradouro

É crucial compreender que o trabalho não se resume a um ou dois meses do ano. As mãos habilidosas por trás do projeto trabalham incansavelmente de janeiro a novembro. Anualmente, são confeccionados de três a quatro mil brinquedos. A produção gradativa demanda tempo, mas o compromisso diário é essencial para entregar brinquedos perfeitos e prontos para alegrar o coração de crianças carentes.

A dupla também conta com o apoio de empresas parceiras, que fornecem materiais a preços acessíveis, e empresários que doam outros materiais essenciais para a confecção.

Qualquer cidade no estado de Santa Catarina pode ser contemplada com o Projeto Luizão, mas há procedimentos burocráticos a serem seguidos. Uma pessoa é designada para lidar com a documentação e a comunicação com o município. O contato é estabelecido com o prefeito da cidade, seguido pela Assistência Social, culminando em um levantamento para determinar a quantidade de crianças carentes a serem beneficiadas. Além disso, é necessário um local seguro para a distribuição.

Aqueles que desejam contribuir com o projeto podem oferecer sua mão de obra ou visitar o local do projeto. O endereço é rua Curitibanos, 248, bairro Pomeranos, em Timbó.
O Projeto Luizão não apenas fornece brinquedos para crianças carentes, mas também representa um legado de generosidade, trabalho árduo e comprometimento com o bem-estar da comunidade.

A matéria completa feita com Luiz Carlos da Costa e Walmor Hessmann, você pode assistir no YouTube do Jornal do Médio Vale.

 

Imagens

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui