29.2 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Professores da Escola de Música no Museu

Data:

O Museu da Música, localizado no antigo Salão Hammermeister, junto ao bairro Dona Clara, em Timbó, foi construído no início do século XX por imigrantes alemães. Ele está cumprindo seu propósito original de preservar seu patrimônio, mostrando ao público a cultura musical e a história da construção de instrumentos musicais ao longo dos séculos e gerações. O Museu realiza diversas ações educativas e apresentações musicais variadas.

De acordo com a responsável pela Gestão Documental e Administrativa do Museu da Música, Cleonice Rodrigues Godois Lacerda, “o Museu da Música é um local ideal para apresentações musicais, pois oferece um cenário rico em elementos relacionados à arte musical, como instrumentos históricos, partituras e exposições sobre a evolução da música ao longo do tempo. Este espaço proporciona um ambiente íntimo e inspirador para os artistas e enriquece a experiência do público”.Em 17 de março, às 9h30min, acontecerá mais uma edição do Café Musical, com a participação dos professores da Escola de Música da Fundação de Cultura e Turismo de Timbó. Cleonice menciona que o Café Musical é um evento mensal realizado no Museu da Música desde 2009, com o objetivo de oferecer à comunidade acesso a eventos culturais de qualidade sem custo. “O evento tem sido bem-sucedido em atrair público de diversas formações e idades ao Museu da Música, apresentando uma variedade de estilos musicais que agradam a diferentes públicos”.

- Publicidade -

O Café Musical começa às 9h30min, com um café gratuito. Os visitantes veem essa oportunidade como um momento de confraternização, para encontrar amigos e fazer novas amizades. Em seguida, às 10h, tem início a apresentação musical, com duração mínima de 50 minutos e máxima de uma hora. “O evento faz parte da programação de aniversário de 20 anos do Museu da Música”.

Os professores que se apresentarão são: Adriane Fachi (flauta doce e clarinete), Paulo Lacerda (violino, viola e violoncelo), Rodrigo Kienen (bandoneon), Luiz Lenzi (sopros de metal), João Neumann (técnica vocal) e Suheila Wender (piano e teclado).

Cleonice destaca que “o objetivo é divulgar ao público os diferentes estilos musicais oferecidos pelos cursos da Fundação”.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui