23 C
Timbó
terça-feira, 16 de abril de 2024

Ascurra festeja 46 anos de emancipação política

Data:

Ascurra festeja 46 anos de emancipação política
COMEMORAÇÃO: O fervor religioso ainda é hoje a principal característica do município …

Cleiton Baumann

JULIANA SANCHES/JMV

ASCURRA – O município de Ascurra comemora hoje, dia 7 de abril, 46 anos de emancipação política. A cidade é marcada pela colonização de imigrantes da Europa Ocidental, que resultou em um povo alegre e cordial, que se sente feliz em receber os amigos e visitantes em sua cidade. Um povo orgulhoso de sua felicidade, de seu jeito de viver, de suas tradições e de sua cidade.
Com uma população estimada de 6.934 habitantes, Ascurra tem como principal atividade econômica a agricultura. O fervor religioso, motivo de rivalidade na época da colonização, ainda é hoje a principal característica do município.
Ascurra leva este nome desde 1875, por sugestão de Doutor Blumenau, quando da delimitação dos lotes marginais do Ribeirão São Paulo, em cuja foz determinara a demarcação de uma povoação, com 129 lotes urbanos, dando-lhe, então, este nome.
Assim o Doutor Blumenau sugeriu para assinalar a vitória decisiva das forças brasileiras na Guerra do Paraguai, em 1869, já em sua fase final, quando o ditador Solano Lopez foi completamente destrocado na localidade fortificada de Ascurra, no território paraguaio.
Trata-se de uma elevação escarpada e íngreme, situada nos primeiros contrafortes da Serra do Ibitirapé. No cimo deste monte, o ditador construirá poderosa trincheira, concentrando quase a totalidade do seu exército e com a qual pensava oferecer resistência ao avanço aos exércitos aliados.
Entretanto, graças a estratégia do Conde d’Eu, então comandante-chefe do exército brasileiro, foi Solano Lopez fragorosamente derrotado e dizimado o seu exército. Este importante feito, como era natural, continuou tendo grande repercussão numa colônia que, para a vitória final, também havia colaborado.

Fundação de Ascurra
A ocupação de seus lotes, por parte dos imigrantes italianos, se deu em 1876. A entrega oficial dos primeiros dez lotes desta linha colonial, entretanto, só aconteceu em 15 de novembro de 1876, com a assinatura e entrega, nesta data, dos respectivos contratos de venda, pelo Doutor Blumenau.
Esta data, 15 de novembro, portanto, se constitui na data do início da colonização e fundação da povoação de Ascurra, não só por não existir qualquer documento oficial conhecido pelo qual se possa determinar outra data, mas especialmente por ter sido este o critério adotado pelo Doutor Blumenau, que entendia ser a data da fundação a da distribuição dos primeiros lotes e não a data da chegada dos imigrantes.
A Câmara Municipal de Ascurra, em sessão realizada no dia 9 de janeiro de 1975, aprovou por unanimidade de votos de seus membros, a indicação do vereador Alcides Buzzi, fixando o dia 15 de novembro de 1876 como a data da fundação de Ascurra.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui