15.6 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

A polêmica das bicicletas elétricas

Data:

A polêmica das bicicletas elétricas
A Polícia Militar, seguindo ordens das autoridades de trânsito, está exigindo a CNH (Carteira Nac …

Cleiton Baumann

A Polícia Militar, seguindo ordens das autoridades de trânsito, está exigindo a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para os condutores de bicicletas elétricas. O assunto gerou polêmica, pois muitos entendiam que, por se tratar de uma bicicleta, o veículo não se encaixaria nas leis de trânsito. Na verdade, a “bicicleta elétrica” é, na prática, um ciclo-motor, que alcança velocidade de até 40 km/h, portanto, bem acima das bicicletas comuns. O uso da denominação “bicicleta elétrica” foi adotado pelos fabricantes, por ter as mesmas características de uma bicicleta comum e ser de fácil manuseio. Passada esta polêmica, os condutores têm agora uma informação correta sobre as exigências para a circulação do veículo. A exigência de habilitação não deve desestimular a aquisição destes veículos, ao contrário, deveria haver um incentivo governamental para que um número maior de pessoas adotasse o seu uso. Não deixa de ser uma inovação a colocação deste veículo no mercado. Além da economia de transporte, o veículo é classificado como ecologicamente correto. Ou seja, quem fizer uso da “bicicleta elétrica” não estará poluindo o meio ambiente. O Vale do Itajaí, que foi colonizado basicamente por alemães e italianos, deveria seguir o exemplo dos países de origem de seus ancestrais, onde a utilização de bicicletas como meio de transporte é uma prática comum. Especialmente na Alemanha, país com extenso território de geografia plana, a bicicleta é mais usada no dia-a-dia do que os veículos motorizados. O resultado dessa prática é mais economia para o bolso, exercício físico para saúde corporal e mental, além de baixos índices de poluição do ar. Se nas grandes cidades fosse incentivado o uso de bicicletas, especialmente as elétricas, devido as distâncias, teríamos, além dos benefícios já mencionados, uma redução significativa, senão total, do caos no trânsito.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui