22.5 C
Timbó
sábado, 13 de abril de 2024

Agência bancária de Indaial adere à paralisação nacional.

Data:

Agência bancária de Indaial adere à paralisação nacional.
GREVE: Em protesto ao índice de reajuste salarial oferecido, bancários de vários estados cruzaram …

Thomas Erbacher

PRISCILA SELL e LILIANI BENTO/JMV

TIMBÓ/INDAIAL ? Na última terça-feira, dia 30 de setembro, bancários de todo o país paralisaram suas atividades como sinal de protesto ao oferecimento de 7,5% de reajuste salarial à categoria. Os bancários reivindicam um aumento de 13,23%. Em cidades como Blumenau, o atendimento ficou comprometido. Nas cidades do Médio Vale, porém, a maioria dos bancários não aderiu à paralisação e os bancos funcionaram normalmente.

- Publicidade -

Em Timbó, não há informações de bancos que não atenderam os clientes no dia 30. Já na cidade de Indaial, maior município do Médio Vale, a população teve problemas, já que os funcionários da Caixa Econômica Federal ? CEF cruzaram os braços. Até mesmo os caixas eletrônicos não estavam em funcionamento até as 15h

A paralisação ocorreu apenas na terça-feira e foi realizada como forma de advertência. No dia seguinte, o atendimento bancário voltou ao normal. Segundo informações passadas por funcionários da Caixa Econômica de Indaial, não há previsão para uma nova paralisação e o atendimento na agência já foi normalizado.

Segundo o presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Blumenau e Região (SEEB), que atua em Blumenau, Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Gaspar, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó, Leandro Spezia, o índice de 7,5%, oferecido pela Federação Nacional de Bancos – Fenaban, está abaixo do que os bancos esperavam pagar, já que a expectativa do INPC no período era de atingir os 8,23%. Como o índice oficial caiu, a proposta acabou ficando acima dele. ?A expectativa do INPC era maior e os bancos já contabilizavam este reajuste como mínimo. Como, para eles, a inflação caiu, ficou fácil oferecer um patamar acima da inflação oficial e iludir os bancários e a sociedade?, explica.A paralisação das atividades bancárias ocorreu em 15 estados brasileiros e no Distrito Federal. Neste último, no Maranhão e no Rio de Janeiro, a greve prosseguiu nesta semana e não tem data prevista para terminar. Nos outros estados, a paralisação pode voltar a ocorrer caso bancários e banqueiros não entrem em acordo.

O que os bancários reivindicam?

 – Os trabalhadores reivindicam um índice de reajuste salarial de 13,23%, formado pelos 8,23% previstos para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos últimos doze meses, mais 5% de ganho real;

– Que o salário de ingresso esteja de acordo com a previsão do Dieese, cerca de R$ 2 mil por mês. A igualdade poderia ser feita em três vezes, sendo 50% este ano, 25% em 2009 e 25% em 2010;

– Garantias que não haja demissões deliberadas, que prejudicam o atendimento e sobrecarregam os funcionários;

– Garantia de que a saúde do funcionário será prezada, diminuindo as pressões por metas e o excesso de trabalho;

– Contratação de mais funcionários para diminuir a carga de trabalho.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui