19.5 C
Timbó
quarta-feira, 12 de junho de 2024

APP da Escola Raulino Horn investe mais de R$ 24 mil em melhorias

Data:

APP da Escola Raulino Horn investe mais de R$ 24 mil em melhorias
EDUCAÇÃO: Pais e professores trabalham em conjunto para aprimorar a estrutura escolar e o ensino p …

Thomas Erbacher

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL ? Preocupados com a qualidade da estrutura escolar para receber os alunos em 2009, a Associação de Pais e Professores ? APP da Escola de Educação Básica Raulino Horn, em Indaial, está investindo mais de R$ 24 mil em pequenas melhorias. Segundo a diretora do educandário, Marli Westphal Menegazzi, a escola está recebendo pintura nova (em algumas áreas), além de reparos na ala da secretaria e direção. As duas áreas ainda receberão móveis novos.

- Publicidade -

Marli informa que estão incluídas no valor total dos investimentos a aquisição de mesas, balcões e cortinas novas para as alas reformadas. ?Também estão sendo feitos reparos nos banheiros, colocação de cobertura para a área de recreação que irá receber mesas para que os mais de 1.200 alunos possam se integrar no horário de intervalo das aulas?, explica a diretora. Ela frisa que, em uma conversa com o secretário da Secretaria de Desenvolvimento Regional ? SDR de Timbó, Luiz Polidoro, o mesmo afirmou que ela poderá lhe cobrar, num prazo de 30 dias, que começou a valer desde o dia 23 de janeiro de 2009, o valor do investimento feito pela APP na escola.

?A APP da escola é uma entidade participativa e atuante, estando sempre presente nas ações do educandário, preocupado com uma educação de qualidade em um ambiente condizente com a estrutura educacional?, enaltece a diretora. Marli adianta que os professores estão retornando ao trabalho amanhã, dia 4 de fevereiro, com atividades de planejamento do ano letivo, elaboração do projeto político/pedagógico. Também será realizado o estudo da proposta curricular de Santa Catarina, além de temas relacionados à avaliação da aprendizagem, disciplina e indisciplina na escola. Já os alunos retornam as atividades normais no dia 10 de fevereiro.

Educação infantil já começou

Já as unidades de educação infantil de Indaial, que atendem crianças de zero a seis anos, iniciaram as atividades no dia 12 de janeiro (sistema de plantão) e no dia 19 de janeiro, os atendimentos foram normalizados. O município tem hoje 16 unidades de educação infantil, sendo que ainda funcionam duas turmas na Escola de Ensino Fundamental Gustavo Barroso ? Warnow, e duas turmas na Escola de Ensino Fundamental Prefeito Marcus Rauh, bairro Estrada das Areias.

De acordo com Silvana, a Educação Infantil atende hoje mais de 2.000 alunos, sendo que ainda existem as creches domiciliares que trabalham com mais de 210 atendimentos. Silvana afirma que as creches domiciliares são necessárias para absorver a grande demanda de crianças de zero a seis anos, que ainda o município não conseguiu atender em sua totalidade. ?Estamos trabalhando na estruturação da Secretaria de Educação, para atender em longo prazo, todas as crianças de zero a seis anos nas unidades de educação infantil, para que possam passar pelo mesmo processo pedagógico específico para o seu desenvolvimento educacional?, finaliza a secretária.

Rede municipal quer implantar melhorias pedagógicas

Investir na implantação de melhorias pedagógicas para cobrar resultados mais efetivos, tanto do aluno quanto do professor. Este é um dos objetivos da Secretaria de Educação de Indaial, ao iniciar o ano letivo de 2009. Os mais de 4.500 alunos das 13 escolas de ensino fundamental irão retornar as atividades no próximo dia 10 de fevereiro, e encontrarão modificações não só na estrutura do prédio como também no setor pedagógico.

De acordo com a secretária de Educação, Silvana Goes da Costa, todas as escolas estão recebendo melhorias estruturais e de mobiliários para atender os alunos com qualidade e segurança. Silvana adianta que as coordenadoras pedagógicas da 1ª a 2ª turma estão adequando às salas com suporte diferenciado para a alfabetização. Estão sendo instalados quadros, cantinho da leitura com piso térmico, painel do alfabeto, entre outros detalhes.

As outras turmas também terão um atendimento diferenciado. ?Os alunos das 6ª a 9ª turma também terão uma atenção pedagógica especial?, destaca a secretária. Ela afirma que para cobrar resultados é necessário dar um suporte primordial. Todos os professores dos 1ª e 2ª ano irão participar do Programa de Formação que já tem data agendada.

Nas questões gerais, está sendo trabalhada a reorganização padronizada por ano (1ª ao 9ª) sendo que a Secretaria de Educação irá seguir a organização educacional a nível federal, com a inclusão de mais um ano. Silvana explica ainda que, os professores irão trabalhar com uma avaliação padronizada com registro em valores numéricos. ?Essa forma de avaliação não impedirá o contato entre professores e pais ou responsáveis, pelo contrário irá aproximar muito mais os professores das famílias, pois os professores terão a responsabilidade de conversar com os pais ou responsáveis sobre o desempenho do aluno em sala de aula?, frisa Silvana. Todas as escolas municipais deverão falar a mesma língua em relação à avaliação educacional e processos pedagógicos.

O 1ª ano terá uma avaliação diferenciada. Os pais e responsáveis pelo aluno receberão um documento que terá a nota em valor numérico além da descrição dos conteúdos desenvolvidos no bimestre e a participação do aluno na realização dos mesmos. ?Queremos desenvolver um trabalho pedagógico em parceria com a família?, frisa a secretária.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui