15.9 C
Timbó
sexta-feira, 19 de julho de 2024

Câmara aprova aquisição de terreno para posto de saúde no Tapajós

Data:

Câmara aprova aquisição de terreno para posto de saúde no Tapajós
PROJETO: Nova unidade de saúde terá área construída de 317 metros quadrados e vários setores pa …

Cleiton Baumann

TATIANA MILANI/JMV

INDAIAL – Na sessão do último dia 1º de outubro, os vereadores aprovaram o projeto de Lei nº 221/2009, de autoria do Executivo e requerido pelo líder do governo, vereador Osvaldo Metzner (Santo Antônio), que autoriza a aquisição de terreno para construção e implantação de um Posto de Saúde no bairro Tapajós, ao custo de R$ 70 mil, cujo imóvel está localizado nas imediações da rua Paramaribo, e possui área total de 510 metros quadrados.
    Para construção desta nova unidade de saúde, a administração municipal está empenhada na busca de recursos. Segundo informações da Secretaria de Planejamento, serão investidos cerca de R$ 400 mil no projeto de construção, que terá uma área construída de 317,52 metros quadrados.
De acordo com o projeto, a obra envolverá a construção de vestiário para funcionários, salas de esterilização, de curativos, de espera, de imunização, de escovação, consultório odontológico, sala para demonstração e educação em saúde, sala de inalação coletiva, sala administrativa, de atendimento individualizado, área de recepção, farmácia, consultório e consultório ginecológico.
Outros projetos são aprovados
Além deste, na sessão do dia 1º de outubro também foi aprovado o projeto de Lei nº 222/2009, também do Executivo, que autoriza a abertura de crédito adicional especial, por transposição, anulando na Prefeitura de Indaial e suplementando no Fundo Municipal de Saúde, o valor de R$ 67.500,00. Trata-se de procedimento técnico contábil, para atendimento ao convênio firmado entre o município e o Hospital Beatriz Ramos, que prevê a manutenção do Pronto Socorro do hospital.
Um requerimento do vereador Santo Antônio, apreciado pelos vereadores na mesma sessão, cujo projeto de Lei nº 220/2009, também do Executivo, autorizou a concessão de auxílio aluguel às famílias residentes em área de risco e que foram atingidas pela catástrofe em novembro de 2008. As 20 famílias beneficiadas pelo projeto receberam auxílio do Estado até o mês de julho desde ano, e como ainda não puderam retornar às suas residências, por estarem em áreas de risco, o município concederá auxílio aluguel por um período determinado.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui