15.2 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Centro de Distribuição dos Correios atende Indaial e Timbó.

Data:

Centro de Distribuição dos Correios atende Indaial e Timbó.
A greve dos carteiros, em julho, contribuiu para reduzir o número de correspondências distribuída …

Thomas Erbacher

LILIANI BENTO/JMV

INDAIAL ? A greve dos carteiros, em julho, contribuiu para reduzir o número de correspondências distribuídas nas cidades de Indaial e Timbó. De acordo com o gerente do Centro de Distribuição Domiciliária (CDD), localizado em Indaial, Fernando Segata, até junho, a média mensal era de 15,5 mil cartas. Em agosto, caiu para cerca de 13 mil, uma redução de 19%. Soma-se a isso também, o uso mais freqüente do e-mail e a telefonia celular.

- Publicidade -

No entanto, mesmo com essas facilidades, o gerente diz que ainda há muito envio de carta. Uma modalidade bastante utilizada é a Carta Social, na qual a pessoa paga apenas R$ 0,01 para o envio para qualquer lugar do país. Porém, é necessário que a carta seja escrita à mão e não contenha cartão postal e outros anexos.

Como os carteiros não paralisaram a entrega de Sedex, mesmo durante a greve, o número de encomendas até aumentou. Em agosto, foram cerca de 400 encomendas, via Sedex, diárias. Com o crescimento da população e conseqüente aumento no número de correspondências os Correios abriram o CDD de Indaial em 2004, com o objetivo de atender as duas cidades. Toda carga que chega a Blumenau, oriunda do restante do país, passa pela triagem e é encaminhada para Indaial.

Cerca de 30 pessoas trabalham no atendimento, triagem e entrega das correspondências. De acordo com Segati, seria necessário um número maior, porém, há muitas dificuldades para contratação na região. O gerente alerta para que as pessoas se inscrevam quando há concurso público. ?Atualmente, a maioria dos carteiros que atua aqui é de Blumenau e acaba demorando muito para conhecer a região. Quando conhecem bem, acabam transferidos para Blumenau?, lamenta.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui