15.6 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Defesa Civil recebe recursos para trabalhos mais urgentes

Data:

Defesa Civil recebe recursos para trabalhos mais urgentes
DESASTRE: Os estragos das estradas, pontes e pontilhões, causados pela enchente em 2008 serão repa …

Thomas Erbacher

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – Uma das principais preocupações da Defesa Civil do município de Indaial foi solucionada nesta semana: a liberação de recursos para a contratação de máquinas, aluguéis de equipamentos e aquisição de combustíveis para a recuperação imediata das estradas e pontes da cidade, que foram atingidas pelas enchentes e deslizamentos nos meses de novembro e dezembro de 2008.

- Publicidade -

O prefeito de Indaial, Sérgio Almir dos Santos, em contato com a Defesa Civil do Estado, para questioná-los sobre a liberação de recursos para a recuperação dos danos nas estradas, pontes, pontilhões e tubulações, teve a certeza de que o município irá receber, através da Secretaria de Desenvolvimento Regional ? SDR de Timbó, o total de R$ 492 mil. O prefeito afirma que a liberação vai ocorrer assim que a Defesa Civil do Estado tiver em mãos os orçamentos das obras, que estão sendo providenciados e serão encaminhados para Florianópolis o mais breve possível.

Sérgio destaca que uma parte foi liberada nesta semana. De acordo com o setor responsável da prefeitura, afirma-se que foram liberados pela Defesa Civil do Estado R$ 40 mil para a aquisição de combustível; R$ 90 mil para aluguel de equipamentos visando a recuperação das estradas e está sendo providenciado a liberação de R$ 20 mil para a aquisição de macadame.

Estão em fase de orçamento os materiais necessários para a recuperação da ponte da Rua Cruz Alta (onde tinha uma tubulação será feita uma ponte). ?Também será trabalhado o mais rápido possível na recuperação das cabeceiras da ponte do Encano Central?, destaca o prefeito ao frisar que será necessário um recurso entre R$ 120 a R$ 140 mil para a realização destas duas obras.

Áreas atingidas são vistoriadas

Nesta semana, os profissionais da Universidade Federal de Santa Catarina ? UFSC estiveram novamente em Indaial e visitaram outras áreas atingidas pelas enchentes e deslizamentos no fim de 2008. O grupo, que é formado por um geólogo (Edson Tmasolee), uma geógrafa (Fabíola da Silva) e um engenheiro sanitarista (Fabio Zavala Pauletto), já esteve no mês de janeiro em Indaial e verificou algumas áreas, sendo que nesta semana retornou para tentar analisar as áreas restantes. O grupo de profissionais está sendo acompanhado pelo engenheiro civil da Prefeitura, Antonio Gonçalves Dias, e pelo secretário de assuntos externos da Defesa Civil, Ivo Ockner.

Durante as vistorias a equipe analisa o solo, as rochas, o entorno do local atingido e a gravidade da área afetada. Após um estudo mais demorado a equipe poderá dizer se a área será liberada para o retorno das famílias ou não. As famílias que tiveram suas residências atingidas e, no momento encontram-se morando em casas de aluguel, vão passar por uma triagem na Secretaria de Assistência Social para integrarem o Programa de Casas Populares do Ressoar.

Serão primeiramente selecionadas 21 famílias que devem atender os critérios da Defesa Civil do Estado. Os kits para a construção das casas serão liberados pela Defesa Civil do Estado através da SDR de Timbó. ?Primeiramente haverá a analise das famílias cadastradas e após uma posição final os kits serão entregues?, afirma o prefeito Sérgio.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui