21.3 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Diretores da Ampe buscam recursos para construção de sede própria

Data:

Diretores da Ampe buscam recursos para construção de sede própria
INVESTIMENTO: Com espaço próprio, Ampe poderá oferecer cursos de qualificação sem depender da e …

Cleiton Baumann

PRISCILA SELL/JMV

INDAIAL – Possuir um lugar próprio para atender a seus associados e oferecer ainda mais oportunidades de aperfeiçoamento profissional. Este é o objetivo da Associação de Micro e Pequenas Empresas – Ampe de Indaial e Timbó com a construção do Centro de Integração das Associações de Micro e Pequenas Empresas – Ciampe de Indaial, Timbó e região. Para tornar o projeto realidade, uma comitiva da Ampe esteve em Florianópolis para angariar recursos.
Conforme o secretário executivo da Ampe, Cleones Schroeder, ele e os diretores Carlos Alberto Spinelli e Rosangela Amaral participaram de uma reunião com o vice-governador, Leonel Pavan. “Os deputados Gervásio Silva e Giancarlo Tomellin e o presidente da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina – Badesc, Dalírio Beber, também estiveram presentes”, conta. Ele destaca que todos gostaram da ideia e se comprometeram em buscar auxílio financeiro para a construção.
O Ciampe será construído na cidade de Indaial, em terreno que deve ser doado pela prefeitura. “Na gestão anterior, nos foi cedido um terreno. Tínhamos prazo de dois anos para começar a construção, mas como não havia recursos para iniciar a obra, não fizemos nada com o espaço. Agora, precisamos ver se está tudo certo. Em conversas de bastidores, entretanto, obtivemos garantia que a doação será mesmo realizada”.
De acordo com o projeto, o Ciampe terá auditório, duas salas de treinamento, duas salas para atendimento ao associado e uma cozinha industrial, suprindo a dificuldade de infraestrutura que a entidade possui. “Hoje, para realizar um curso de confeitaria, por exemplo, dependemos que alguma outra entidade nos empreste a cozinha. Além disso, temos dificuldades para programar treinamentos, já que temos um espaço pequeno. O Ciampe colocará fim a esta dificuldade”, observa. Schroeder acrescenta que o projeto do novo prédio prevê atendimento e capacitação de até 200 pessoas simultaneamente.
Com o Ciampe, a cidade de Timbó também sairá ganhando. “O espaço que temos em Timbó funciona junto à prefeitura e é pequeno, funciona somente como posto de atendimento. A partir do momento em que o Ciampe se tornar realidade, poderemos desalugar o espaço que temos em Indaial e investir na locação de um espaço mais adequado e maior em Timbó”, estima Schroeder.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui