21.1 C
Timbó
quarta-feira, 12 de junho de 2024

Educação e Saúde integradas no desenvolvimento de alunos em Indaial

Data:

Educação e Saúde integradas no desenvolvimento de alunos em Indaial
Secretaria de Educação de Indaial, em parceria com a Secretaria de Saúde, está implantando, em 2 …

Cleiton Baumann

INDAIAL – A Secretaria de Educação de Indaial, em parceria com a Secretaria de Saúde, está implantando, em 2009, a Equipe de Apoio Especializado, que conta com o serviço fonoaudiológico e psicológico educacional, oferecido aos alunos da rede municipal de ensino, que compreende as escolas do ensino fundamental e as unidades de educação infantil do município.
Esta equipe tem como objetivo enriquecer a prática pedagógica, por meio de atividades de assessoria, consultoria, capacitação e principalmente prevenir os problemas relacionados à fala, leitura, escrita e alterações emocionais que possam prejudicar o rendimento escolar. Segundo a secretária de Educação, Silvana Góes da Costa, esta proposta parte de uma necessidade e caracteriza a seriedade e responsabilidade no tratamento das questões da educação, visando à qualidade e a inclusão através de ações efetivas que reduzirão os índices de dificuldades na vida escolar das crianças.
A Secretaria de Educação conta com duas fonoaudiólogas e uma psicóloga, que irão atuar, de forma organizada e efetiva, nas escolas. Na fonoaudiologia, as profissionais Solange Pazini e Nádia Giovanella, e na psicologia a profissional Jacqueline Brandão. O foco principal da fonoaudiologia é a promoção, aprimoramento, e prevenção de alterações de linguagem (oral e escrita), voz, audição e motricidade oral, além de desenvolver ações voltadas à saúde vocal do professor.
Por sua vez a psicologia enfocará os aspectos emocionais e comportamentais que interferem na aprendizagem e na adaptação escolar. Estes objetivos são alcançados através de ações voltadas à Escola como um todo, englobando aluno, família e profissionais. O trabalho foi iniciado através de um levantamento realizado pelas Escolas e Unidades de Educação Infantil do município, onde, baseados em um protocolo de encaminhamento, os coordenadores e professores das escolas e unidades, fizeram os encaminhamentos indicando a dificuldade do aluno e solicitando a triagem.
Com este levantamento em mãos, os profissionais (fono e psico) estabeleceram um plano de trabalho, priorizando as maiores dificuldades encontradas. Após o recebimento dos protocolos de encaminhamento, foi organizado um cronograma de atuação nas escolas e unidades. A equipe se desloca até a unidade escolar, realizando observações, triagens, grupos e/ou entrevistas, com posterior devolutiva e orientações aos pais, professores e equipe técnica. Oferece também suporte aos casos específicos.
Nos casos em que se torna necessária a terapia fonoaudiológica e/ou psicológica, estes serão encaminhados à Secretaria Municipal de Saúde que dispõe de profissionais para este fim. Destacamos que já existe uma lista de espera para estes atendimentos. Esta proposta vem contribuir para uma análise mais específica das dificuldades de aprendizagem e comportamento, reduzindo os problemas e evitando encaminhamentos desnecessários à Saúde.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui