24.4 C
Timbó
quarta-feira, 24 de abril de 2024

Entidades promovem 10ª edição da campanha de prevenção ao câncer de próstata

Data:

Entidades promovem 10ª edição da campanha de prevenção ao câncer de próstata
A taxa de mortalidade que mais cresceu foi a de câncer de próstata, que praticamente dobrou no sex …

CLARICE GRAUPE DARONCO/JMV

INDAIAL – Consumo de álcool, tabagismo e obesidade são os principais fatores de risco para o desenvolvimento de nove dos principais tipos de câncer no Brasil. Estudo divulgado, recentemente, pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que o crescimento da doença está associado à exposição da população a fatores de risco cancerígenos. A taxa de mortalidade que mais cresceu foi a de câncer de próstata, que praticamente dobrou no sexo masculino nos últimos anos. Segundo os profissionais da Saúde, o câncer de próstata é a segunda causa de morte da população masculina. O indicativo é grave e revela a pouca importância que o brasileiro dá à medicina preventiva, pois o tumor de próstata é passível de diagnóstico precoce, por meio de um exame de sangue e de um exame clínico. Quanto mais cedo diagnosticado o câncer, maiores as chances de cura, a sobrevida e a qualidade de vida do paciente.
Com o objetivo de oportunizar que homens com mais de 40 anos, possam ter acesso aos exames preventivos de câncer de próstata, a Administração Municipal, através da Secretaria de Saúde, apóia a Campanha de Prevenção ao Câncer de Próstata realizada pelo Rotary Clube Indaial, a Associação Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário e Solidariedade com o apoio da Farmácia Jader.
A campanha, que teve início ontem, dia 18 de junho, segue até o dia 31 de julho em todas as Unidades de Saúde do município no horário normal de atendimento. De acordo com o secretário da Saúde, Enilson Erley de Freitas, essa é a 10ª edição da Campanha realizada pelo Rotary com o objetivo de obter maior adesão dos homens para o exame. O secretário explica que o câncer de próstata, é o tipo de câncer que ocorre na próstata: glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.
Entre os fatores de risco, observa Freitas, menos de 10% dos cânceres de próstata têm algum componente hereditário. Quanto mais jovem o homem em quem o câncer for detectado, maior a probabilidade de haver um componente hereditário. “Os sintomas de câncer de próstata, estão associados a dor lombar, problemas de ereção, dor na bacia ou joelhos e sangramento pela uretra podem ser suspeitos. A maioria dos cânceres de próstata não causa sintomas até que atinjam um tamanho considerável”, afirma o secretário ao destacar que alguns médicos recomendam a realização do toque retal e da dosagem do PSA a todos os homens acima de 50 anos. Para aqueles com história familiar de câncer de próstata (pai ou irmão) antes dos 60 anos, os especialistas recomendam realizar esses exames a partir dos 40 anos. Entretanto, vale lembrar que somente o médico pode orientar quanto aos riscos e benefícios da realização desses exames. Não existem evidências de que a realização periódica do toque retal e dosagem de PSA em homens que não apresentem sintomas diminua a mortalidade por câncer de próstata.
Manter uma alimentação saudável, não fumar, ser fisicamente ativo e visitar regularmente o médico contribuem para a melhoria da saúde em geral e podem ajudar na prevenção deste câncer. “Todos os homens com 40 anos ou mais devem fazer o exame regularmente”, destaca ele ao comentar que 48 horas antes de realizar o procedimento não é permitida a relação sexual, andar à cavalo ou de bicicleta ou qualquer outro estímulo na região da próstata”, destaca o secretário ao convidar aos homens com mais de 40 anos para comparecer na Unidade de Saúde do seu bairro para realizar o exame preventivo.
VER IMAGEM NA NET DE HOMENS SENDO ATENDIDOS POR MÉDICOS
 

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui