22 C
Timbó
sábado, 20 de julho de 2024

Família produz doces dos mais diversos há mais de 50 anos

Data:

Família produz doces dos mais diversos há mais de 50 anos
QUALIDADE: Comercialização de mais de 200 cucas por semana e 50 pães deve-se a qualidade dos ingr …

Cleiton Baumann

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – A família Peyerl é conhecida em Indaial e municípios do Vale como uma das mais tradicionais produtoras de doces dos mais diversos há mais de 50 anos. Hoje a família revende seus doces: cucas de amendoim, farofa, banana com nata, banana com farofa, coco, queijo, nata, maçã e morango, além de pães caseiros, de aipim e de batata. A dona Wally Peyerl também confecciona bolos secos, bolachas de polvilho com manteiga, de coco com polvilho, bolachinhas pintadas, entre outros doces.
Os bolos, Wally só confecciona por encomenda. Os maiores consumidores dos doces da família Peyerl são de Blumenau, que ligam fazendo pedidos e encomendas de grandes quantidades dos mais variados tipos de produtos que a família confecciona.
Os indaialenses têm a oportunidade de apreciar os produtos da família Peyerl na Feira Livre da Cidade. Todas as sextas-feiras a família produz em média 200 cucas e mais de 50 pães, bolachas e doces diversos para serem comercializados na Feira. Questionada sobre o sabor diferente e inigualável de seus produtos, Wally afirma que o que faz é colocar uma pitada de amor em tudo o que confecciona.
“Desde os 14 anos faço doces, apreendi com minha mãe que apreendeu com minha avó e assim por diante, sendo que o grande segredo é fazer as coisas com amor, não fazer simplesmente pelo fato de fazer”, explica Wally ao frisar que a receita da cuca, que é considerada por todos os frequentadores da Feria Livre como uma das mais gostosas da cidade, é simples e fácil, mas ela só funcionará corretamente se você, ao fazê-la, colocar ingredientes de qualidade e muito amor no que está fazendo.
Wally conta com a ajuda do marido Fredemar Peyerl, do filho e de um funcionário para dar conta de todos os pedidos e da confecção dos diversos tipos de produtos. Fredemar afirma que o estabelecimento, onde os produtos são confeccionados e assados, passam rigorosamente pela fiscalização da Vigilância Sanitária do município.
“A equipe de técnicos da Vigilância Sanitária até hoje não encontrou nenhuma irregularidade no nosso estabelecimento, pois privamos pela qualidade dos ingredientes e dos produtos que confeccionamos, já que quando estamos produzindo pensamos que quem irá comprar merece o melhor”, frisa Fredemar que usa todas as técnicas orientadas desde o preparo, embalagens e deslocamento dos produtos para a comercialização.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui