17.2 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Fundação Indaialense sedia exposição ?ContraStes?

Data:

Fundação Indaialense sedia exposição ?ContraStes?
Trabalhos estarão disponíveis para visitação até o dia 30 de abril, em horário comercial e abe …

Cleiton Baumann

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – Quando contemplamos uma exposição de arte, onde o contraditório pode estar entre o estilo das pinceladas, as misturas das cores e variedades de tons, ou na realização de um tema, percebemos quão rica e diversa é a expressividade humana. É com esse argumento que buscamos as intencionalidades de cada criatura para que venham participar da exposição “ContraStes” que tem a abertura programada para às 20h da noite de hoje, dia 15 de abril, nas dependências da Fundação Indaialense de Cultura – FIC.
Segundo os organizadores, a exposição “ContraStes” de artistas plásticos indaialenses e timboenses mostram uma série de trabalhos com temáticas diferenciadas, onde pinceladas fortes e leveza de tons, apelo à natureza e apelo cultural se contrastam. A exposição, que estará aberta para visitação até o dia 30 de abril, de segunda a domingo, das 9h às 12h e das 13h30min às 18h, apresenta obras magníficas de artistas como: Elisa Gessner que é mestra das cores e das pinceladas fortes e precisas e, encanta em mais esta série. Elisa pinta por compulsão, e agita aquele que admira as obras quase lúdicas que produz. O movimento, a harmonia pictórica, a objetividade na resolução dos planos, não poderiam surgir de outras mãos.
Já o artista Felix Conte trabalha a arquitetura regional, mostrando casarios típicos e natureza exuberante característica do Vale. Distingue-se especialmente na pintura em óleo sobre tela. Suas obras mostram um estilo acadêmico, com leve tendência para o impressionismo.
Diferente do trabalho de Lilian Haase que retrata em suas obras paisagens, casarios, figuras e flores. Nesta exposição mostra sua habilidade e versatilidade trazendo naturezas mortas e paisagens em cores fortes e tons pastéis tornando ímpares suas obras. Movimento, graça e beleza são o elo entre os trabalhos impressionistas de Lilian Haase, que transita com maestria das paisagens, às figuras e flores. Como numa janela do tempo, a artista tem o poder de nos transportar para dentro do universo das suas composições, envolvendo-nos em uma aura onírica.
Já a artista Teresa Cristina de Alcântara Zimmermann admira com seu pensamento, aqueles temas relativos à natureza. Como se não bastasse a sua constante busca do real, preocupa-se em provocar reflexões a respeito da ecologia. Ela provém de uma pincelada calma, madura e bem planejada, também quase rala e esfregada, onde a transparência parece nos tocar. Nesta exposição, expõe telas onde a tinta é conduzida com mais densidade. A luminosidade pertinente aos girassóis e a leveza nas pétalas de papoula, saltam para fora do suporte e nos seduzem.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui