23 C
Timbó
terça-feira, 16 de abril de 2024

Integrantes do Rotary Club conhecem obras da Usina Salto Pilão

Data:

Integrantes do Rotary Club conhecem obras da Usina Salto Pilão
VISITA: Rotarianos ficam impressionados com a grandeza da obra, que terá um investimento de R$ 500 …

Thomas Erbacher

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – Uma visita especial e informativa. Assim os companheiros do Rotary Club Indaial Palmeira o passeio realizado no dia 18 de fevereiro, ao canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Salto Pilão, que está sendo erguida no rio Itajaí, no Médio e Alto Vale. Segundo os rotarianos, a visita era um objetivo dos mesmos para conhecer uma obra tão grandiosa como esta.

- Publicidade -

Os integrantes do Rotary observam que a Usina Salto Pilão é, atualmente, o maior investimento privado no Vale do Itajaí, conduzido pelo Consórcio Empresarial Salto Pilão (Cesap) formado pelo Grupo Votorantim, Camargo Corrêa Geração de Energia e DME Energética.

Na oportunidade eles foram informados que a expectativa dos empreendedores é para que a Usina Hidrelétrica de Salto Pilão, seja concluída ainda em 2009. Segundo informações do coordenador de Comunicação Social do empreendimento, Rubens Habitzreuter, acredita-se que o primeiro dos dois geradores de energia entre em operação no segundo semestre. E o segundo, 90 dias depois. O bom andamento da obra e o empenho dos 1,2 mil trabalhadores são apontados como fatores responsáveis pela antecipação da geração máxima de energia da usina, localizada no Alto Vale do Itajaí. O investimento do Consórcio Salto Pilão, deve alcançar R$ 500 milhões.

Localizada entre três municípios (Apiúna, Ibirama e Lontras), Salto Pilão começou a ser construída em 1º de agosto de 2006 e será responsável por gerar energia para todo Alto Vale e parte do Médio Vale. As turbinas terão 182,3 megawatts de potência instalada, energia que seria suficiente para abastecer toda a Grande Florianópolis.

Salto Pilão tem um túnel por onde passará a água desviada do Rio Itajaí-Açu. O trajeto, que levará 102 mil litros de água por segundo as turbinas, tem sete quilômetros de extensão. A água virá da barragem instalada na localidade de Riachuelo, em Lontras, e voltará ao Itajaí-Açu na altura de Ibirama.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui