14.8 C
Timbó
sábado, 13 de julho de 2024

Micro e pequenas empresas têm linha de crédito especial para enfrentar crise

Data:

Micro e pequenas empresas têm linha de crédito especial para enfrentar crise
CRÉDITO: BNDES abre programa de Apoio à Revitalização de Empresas dos municípios que tiveram pr …

Thomas Erbacher

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – As micros e pequenas empresas de qualquer setor econômico do município de Indaial e dos demais municípios da região, que declararam estado de calamidade pública ou situação de emergência, podem buscar auxilio financeiro junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES. Em Indaial, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fabiano Gustavo Bussi, informa que as agências bancárias do Banco do Brasil, Indacred e Viacred estão buscando informações sobre o Programa de Apoio à Revitalização de Empresas (Revitaliza) junto ao BNDES.

- Publicidade -

O programa que foi lançado pelo BNDES tem por objetivo cooperar com o esforço de recuperação da economia do Estado de Santa Catarina, que foi afetada pelas enchentes que ocorreram no final de 2008. Bussi destaca que uma das principais medidas do BNDES é a que envolve a ampliação do Programa de Apoio à Revitalização de Empresas (Revitaliza), abrangendo micro e pequenas empresas de qualquer setor econômico localizadas nos municípios que tiveram decretado estado de calamidade ou estado de emergência e que apresentem perdas ou avarias em equipamentos, produção, estoques e estruturas físicas vinculadas a suas atividades durante as enchentes ocorridas no último bimestre de 2008.

Dependendo do porte da empresa e do setor de atividade, as taxas de juros são fixas e variam de 9% ao ano, 8,25% ao ano a 6,75% ao ano. O limite máximo de desembolso por beneficiária é de R$ 50 mil. ?Importante frisar que será o Banco que dará o tamanho do limite para a empresa beneficiada, sendo que o prazo total de financiamento para as operações de investimento é de até 96 meses, incluídos 36 meses de carência. Nas operações de capital de giro para setores e portes específicos, o prazo é de até 60 meses, com 12 meses de carência?, explica o secretário ao adiantar que o prazo de contratação do Revitaliza vai até 31/12/2009.

O secretário comenta que as empresas interessadas neste programa podem retirar o laudo técnico, que comprovam as perdas da empresas nos meses de novembro e dezembro de 2008, junto ao Gabinete do Prefeito de Indaial. ?Será concedido o laudo para todas as micros e pequenas empresas do município, pelo Governo entender que todos os empresários foram prejudicados direta ou indiretamente com as enchentes e deslizamentos ocorridos nos últimos dois meses de 2008?, frisa Bussi ao ressaltar que os bancos estão encaminhando a documentação e o BNDES está se empenhando o máximo para que a liberação seja feita num prazo de 120 dias.

Bussi afirma ainda que, segundo informações da direção do BNDES os municípios afetados por enchentes também terão prioridade na obtenção dos recursos financeiros do Programa de Intervenções Viárias (Provias), voltado para obras municipais de infra-estrutura.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui