22.5 C
Timbó
sábado, 13 de abril de 2024

Sine de Indaial contabiliza saldo de 1.418 vagas em 2009

Data:

Sine de Indaial contabiliza saldo de 1.418 vagas em 2009
BALANÇO: Posto encaminhou quase mil trabalhadores e 132 foram recolocados no mercado de trabalho en …

Cleiton Baumann

INDAIAL – A geração de emprego em renda no município de Indaial passou por transformações positivas no ano de 2009. Após a turbulência econômica mundial iniciada no final de 2008, Indaial registrou no ano passado resultados satisfatórios que levaram o Posto do Sistema Nacional de Emprego – Sine de Indaial a assumir a 52ª posição no ranking estadual. Entre demissões e admissões, o ano terminou com um saldo positivo de 1.418 vagas.
O posto do Sine de Indaial – que não apresentou nenhuma colocação no mercado de trabalho entre o período de março de 2008 a abril de 2009 -, fechou 2009 com o encaminhamento de 999 trabalhadores, sendo que 132 destes foram recolocados no mercado de trabalho. Indústria de Transformação, Comércio e Serviços foram os setores da economia que mais registraram colocações no período.
“Agradeço o comprometimento de toda a equipe do Sine, pois, através de todos os resultados e da opinião pública, terminamos 2009 com a certeza do dever cumprido. Este será o ano da reestruturação do Conselho Municipal do Trabalho e Emprego, da parceria plena com os empregadores e da qualificação de mão-de-obra, para alcançarmos o 40º lugar no ranking estadual da Intermediação de Mão de Obra – IMO”, comenta o coordenador da entidade, Marcelo Lanznaster.
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Indaial busca incentivar a geração de emprego e renda através do turismo, do fortalecimento das empresas indaialenses e da atração de novas empresas, além da qualificação profissional da população. Marcelo destaca que o mercado de trabalho é exigente e cobra a qualificação dos candidatos às vagas em aberto.
Para isso, o município aguarda definições do Ministério do Trabalho e Emprego em relação ao Planseq Têxtil e o Consórcio Social da Juventude, além de planejar cursos financiados pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT, em parceria com a Associação Empresarial de Indaial – Acidi, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, Associação de Micro e Pequenas Empresas – Ampe e Secretaria de Assistência Social de Indaial.
De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fabiano Bussi, as entidades empresariais são grandes parceiras nas decisões da Secretaria. “São os geradores de emprego, renda e receita de nosso município, por isso merecem todo o nosso empenho. Sabemos da necessidade de capacitação do trabalhador e estamos buscando alternativas gratuitas e de qualidade, através de excelentes parceiros, na qualificação profissional. Gerando assim, oportunidade de desenvolvimento sócio-econômico de nosso município”, ressalta Bussi.
O resgate da credibilidade, através do atendimento de qualidade, foi alcançado através da coragem do prefeito municipal em assumir o serviço público no município com maior número de críticas. “Em respeito ao cidadão indaialense, como gestor deste município, não poderia ser omisso. Assumimos o risco, cobramos resultados e comemoramos a competência da equipe. É o princípio do trabalho, acreditamos em resultados ainda melhores”, enfatiza o prefeito Serginho.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui