15.9 C
Timbó
sexta-feira, 19 de julho de 2024

Taschibra lança nova marca com preços diferenciados.

Data:

Taschibra lança nova marca com preços diferenciados.
MUDANÇA: Para atender os públicos das classes D e E, empresa investe na ViewLux, envolve 27 modelo …

Thomas Erbacher

LILIANI BENTO/JMV

INDAIAL ? Para atender os públicos das classes D e E, que representam 43% da população brasileira, a Taschibra acaba de lançar uma nova marca no mercado de iluminação, a ViewLux. Esta fatia da população vem apresentando um poder aquisitivo ascendente e mudando seus hábitos de consumo. Por isso, a empresa indaialense está apostando em uma nova marca.

- Publicidade -

Para concretizar a marca, a empresa investiu R$ 2 milhões, construiu um galpão de dois mil metros quadrados e contou com um incremento de 20 funcionários no quadro de 550 colaboradores da Taschibra. ?A contratação de pessoal, o aumento de produção e o desenvolvimento da linha serão proporcionais ao crescimento da marca?, destaca Jorge Luiz Schreiber, gerente nacional de vendas da ViewLux. A projeção é que dentro de dois anos a nova marca cresça 150%.

A linha inicial da View-Lux contempla 27 modelos de luminárias e estará presente das pequenas às grandes lojas de material de construção, home centers e supermercados de todo o Brasil.  ?A ViewLux vem para preencher um espaço no mercado que ainda não atingíamos?, enfatiza Schreiber.

O foco da ViewLux é apresentar itens de qualidade à preços baixos. Para isto, a Taschibra investe em produtos populares, com o know-how de seus 13 anos de tradição e redução nos custos de produção apoiado em diferentes processos de fabricação e matérias-primas.

Entre as expectativas para 2009 está a ampliação da linha, a inclusão de sete modelos de lâmpadas econômicas e uma possível operação de exportação dos produtos, que desde já apresentam embalagens em três idiomas: português, inglês e espanhol. A empresa já é considerada a maior do Estado e está entre a terceira ou quarta no setor de luminárias no Brasil. No primeiro semestre, houve um crescimento de 40% no faturamento, o que já havia motivado a construção de um novo depósito.

Com a nova marca, foram dois depósitos para estocagem que juntos somam 2,5 mil metros quadrados. Com esses investimentos, a empresa ficou com 14 mil metros quadrados de área construída. A empresa está trabalhando também com a perspectiva de incrementar as exportações. Atualmente, as exportações representam algo em torno de 5% do faturamento. Não há um número específico a ser atingido, mas a meta é de crescer gradativamente. Entre os mercados já prospectados estão África e México. Há a possibilidade de construção de um centro de distribuição na América Latina, fora do Brasil.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui