14.8 C
Timbó
sábado, 13 de julho de 2024

Unami quer participar das ações do executivo em prol da comunidade

Data:

Unami quer participar das ações do executivo em prol da comunidade
Unami vai reunir-se com o prefeito Sérgio Almir dos Santos …

Thomas Erbacher

CLARICE DARONCO/JMV

INDAIAL – A União das Associações de Moradores de Indaial ? Unami vai reunir-se com o prefeito Sérgio Almir dos Santos (PMDB) para lhe entregar um documento onde a entidade solicita que, ao ser realizada uma obra em determinada comunidade, a Associação possa participar das discussões. O encontro entre os moradores e o prefeito está agendado para o dia 16 de fevereiro, no Gabinete do Prefeito, segundo informa o presidente da Unami, Jair Gilmar Gonzaga.

- Publicidade -

Gonzaga diz que o objetivo da entidade é trabalhar em conjunto com a administração para levar á cada bairro a obra que é necessitada. Jair observa que todos desejam que o prefeito faça um trabalho de interesse da comunidade. Hoje a Unami é composta por 15 associações de moradores, com diretorias e cada associação conhece as prioridades da sua comunidade assistida. Uma das grandes reclamações de todas as associações é com relação às vias públicas.

?Precisa ser feito um trabalho de recuperação de todas as estradas do município, não apenas as de barro, mas também as com paralelepípedos?, destaca o presidente da Unami ao afirmar que em outros setores, as associações querem atenções diferenciadas, dependendo da necessidade da comunidade. ?Muitas localidades falam da falta de médicos nas unidades de saúde, outras já veem a necessidade de se investir mais no setor da educação, com infraestrutura de qualidade, mais vagas nas unidades de educação infantil e outras associações, como foi o caso do bairro João Paulo II, que apresenta problemas no trânsito?, explica Jair.

Sobre o bairro João Paulo II, o presidente da Unami lembra que na época, o vereador Denilson Lana, então presidente do Legislativo, através da Câmara, aprovou um indicativo solicitando a colocação de uma lombada na rua principal do bairro, junto a BR-470. ?Na oportunidade o Legislativo devolveu recursos orçamentários da Câmara de Vereadores para o Executivo providenciar a obra, que estava orçada em menos de R$ 200 mil, sendo que o valor devolvido foi superior a R$ 900 mil. Acredita-se que o recurso tenha sido usado para outros projetos, pois até hoje, o bairro ainda não recebeu a lombada e as mortes continuam acontecendo naquele local?, explica Jair ao frisar que, em razão da demora, a comunidade desistiu de cobrar pela colocação da lombada. Neste sentido os integrantes da Unami acreditam que se os trabalhos forem realizados em conjunto, comunidade e administração, eles podem trazer benefícios para todos.

[email protected]

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui