20.3 C
Timbó
sexta-feira, 24 de maio de 2024

Rede Feminina implanta projeto pioneiro

Data:

Rede Feminina implanta projeto pioneiro
Pulseiras visam ajudar mulher mastectomizadas quando a necessidade de atendimento médico …

BATCH

Foto: PHOTO PRATA ESTÚDIO FOTOGRÁFICO

TIMBÓ – Uma ação pioneira está sendo implantada pela Rede Feminina de Combate ao Câncer de Timbó através da fisioterapeuta da entidade, Nadja Kertischka. Estamos falando da confecção de uma pulseira de identificação para as mulheres mastectomizadas (mulheres que realizaram a cirurgia da mama). Em entrevista Nadja explica que a Rede Feminina de Combate ao Câncer fundada em 5 de agosto de 1993, realiza a prevenção, basicamente de dois setores em relação á saúde da mulher, que são o útero e a mama.

A fisioterapeuta destaca que o setor da mama é responsável pelo acompanhamento de mulheres que passaram ou irão passar pelo procedimento de retirada total ou parcial da mama. “Este setor é composto por uma equipe multidisciplinar de voluntárias que desenvolvem alguns tipos de atividades. O acolhimento dessas mulheres, atendimentos de fisioterapia e psicologia, palestras informativas, acompanhamento de exames em geral são alguns desses serviços disponíveis”, observa a profissional.

- Publicidade -

De acordo com Nadja junto com a retirada total ou parcial da mama existe uma intervenção nos linfonodos (gânglios linfáticos) axilares do respectivo lado, o que faz com que esse braço tenha ou possa ter edema (inchaço). “Isso trás algumas restrições na vida diária da paciente, além de restrições clínicas que são as de não aplicar nenhum tipo de medicamento ou soro injetável ou mesmo aferir a pressão arterial nesse membro superior. Devido aos inúmeros casos decorrentes, já relatados pelas mastectomizadas referentes a desatenção quanto aos cuidados clínicos descritos acima, surgiu a idéia de confeccionarmos uma pulseira de identificação e alerta sobre os procedimentos ambulatoriais proibidos nesses casos”.

A profissional comenta que a pulseira é feita de silicone maleável e confortável, projeto pioneiro e inédito no Brasil e que já está sendo distribuída gratuitamente entre as pacientes da Rede Feminina de Timbó. “As mulheres já mastectomizada podem adquirir a pulseira ao valor de R$10,00 junto a sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Timbó, localizado na rua Barão do Rio Branco, 373, no bairro Imigrantes”.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui