23.3 C
Timbó
segunda-feira, 22 de abril de 2024

Quatro anos e morte de vereador de Rodeio permanece sem solução.

Data:

Quatro anos e morte de vereador de Rodeio permanece sem solução.
A morte do vereador de Rodeio, Egon Butzke, que aconteceu na noite de 2 de agosto de 2004, completou …

Thomas Erbacher

José Reinoldo Rosenbrock/Especial JMV

RODEIO – A morte do vereador de Rodeio, Egon Butzke, que aconteceu na noite de 2 de agosto de 2004, completou quatro anos no último sábado, e pode-se dizer que, na realidade, foi uma execução, segundo a opinião de criminalistas, tendo em vista o número de ferimentos mais de dez que provocaram a morte do vereador. Na ocasião, Egon era presidente de uma Comissão de Inquérito, que levantava irregularidades cometidas na prefeitura de Rodeio, e determinava a cassação, pelo legislativo, do mandato do então prefeito da época. O inquérito policial, instaurado alguns dias depois, atualmente se encontra no fórum da comarca de Ascurra, sem nenhuma solução. Alguns suspeitos chegaram a ser detidos, mas apresentaram álibis, que determinaram o não enquadramento no crime, sendo liberados.

- Publicidade -

Como aconteceu o crime.

No começo da noite de 2 de agosto de 2004, Egon, que residia com sua família na casa do sogro, na rua Henrique Ewald, bairro dos Lagos, em Rodeio, foi chamado por uma pessoa, que estava defronte ao portão da residência. Ao atender, a vítima foi agredida com golpes de faca. Presume-se que havia uma segunda pessoa, pois quando seu sogro ouviu o barulho e foi verificar, um tiro foi disparado, que por pouco não lhe atingiu a cabeça. Durante meses, as investigações foram realizadas, e a morte provocou, inclusive, uma marcha pela paz no bairro dos Lagos. Porém, um fator determinante pelo não esclarecimento, segundo especialistas, foi a declaração feita, horas após o crime, pelo atual secretário de Segurança do Estado, Ronaldo Benedet, de que não se tratava de crime político. Ninguém entende como o dirigente da Segurança Pública pudesse ter dado a declaração, já que ainda não tinham sido iniciadas as investigações. Até hoje, os familiares esperam que o homicídio venha a ser esclarecido.

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui