15.6 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Integrantes do PSL mudam para o PL

Data:

Integrantes do PSL mudam para o PL

TIMBÓ – O PSL de Timbó sofreu uma ampla debandada de filiados, incluindo o presidente da sigla, Flávio Ribeiro e o pré-candidato a prefeito, Jean Schütz, que estarão se filiando ao PL, em evento a ser realizado na próxima semana, que pode contar com a presença do presidente estadual do partido, senador Jorginho Melo. Esta semana, o PSL realizou uma reunião, que contou com a presença do deputado Estadual, Ivan Naats, onde foi realizada uma assembleia de filiados, que por ampla maioria optou pela migração.

O advogado e pré-candidato a prefeito, Jean Schütz, justificou a medida, ressaltando que o PSL nacional já não representa mais a base de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que deixou a sigla, no final do ano passado, em função de denúncias de crimes eleitorais praticados pelos dirigentes da agremiação. Também em Santa Catarina, o PSL estava dividido e o governador Carlos Moisés adotou uma posição de independência perante Brasília, o que desagradou os bolsonaristas. “O fato é que antes da eleição de Bolsonaro o PSL era um partido nanico e o governador Moisés foi eleito graças ao hoje presidente, por isso seria uma obrigação que todos acompanhassem o presidente em sua decisão”, disse Jean.

- Publicidade -

O pré-candidato a prefeito esteve reunido, na semana passada, com o senador e presidente estadual do PL, Jorginho Melo, que garantiu aos bolsonaristas do PSL de Timbó abrigo político para disputar as eleições deste ano, mas com a convicção de que, mais adiante, quando o partido de Bolsonaro, a Aliança pelo Brasil, estiver legalizada, todos irão se filiar na nova legenda. Até mesmo Jorginho Melo, considerado o pré-candidato a governador de Santa Catarina, apoiado pelo presidente Bolsonaro, deve entrar na Aliança pelo Brasil.

Coligação

Jean Schütz disse que o PL de Timbó está organizado e tem como presidente o empresário, Alaor Lenzi, e parte do partido estava disposto a apoiar outra candidatura a prefeito. “Recebemos a garantia do presidente estadual, senador Jorginho Melo, de que se houver nome em condições de disputar as eleições para prefeito, este terá prioridade em detrimento de outra composição”. Sobre o pré-acordo entre o PSL e o MDB para as eleições, Jean disse que da parte dos bolsonaristas nada mudou e a aliança deve ser confirmada nas convenções. O MDB pode indicar o vice de Jean para as eleições. 

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui