15.2 C
Timbó
domingo, 21 de julho de 2024

Crianças bem alimentadas

Data:

Crianças bem alimentadas
Alimentação escolar em Timbó prioriza a qualidade do cardápio …

BATCH

TIMBÓ – Transição nutricional! Essa é a fase que o Brasil enfrenta nas últimas décadas, onde o cenário epidemiológico nacional passou de desnutrição para obesidade. A escola aparece como espaço oportuno para o desenvolvimento de ações e melhorias das condições de saúde e do estado nutricional das crianças, sendo um ambiente indispensável para o desenvolvimento de iniciativas de promoção à saúde, incluindo programas de educação alimentar e nutricional, caracterizados por processos ativos, lúdicos e interativos, que favoreçam mudanças de comportamentos e práticas alimentares das crianças.

Em Timbó, a alimentação escolar segue um cardápio rico em nutrientes, elaborado com todo cuidado, de acordo com as necessidades de cada instituição escolar. Há também a preocupação com os alunos que possuem intolerância ao glúten e à lactose. Dos 4.849 alunos da rede municipal de ensino de Timbó, cerca de 1% possui algum tipo de intolerância. Segundo a nutricionista da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Leocádia Raquel Tamanini Bogo, essa porcentagem pode ser maior. “Nem sempre essas intolerâncias são detectadas pelos pais ou mesmo pelas crianças. E acabam aparecendo somente depois, na vida adulta”, lembra ela.

- Publicidade -

Leocádia destaca que o cardápio da Alimentação Escolar na rede municipal de ensino segue todas as determinações do Ministério da Educação. “Incluímos nesse cardápio diário os nutrientes necessários, de forma balanceada, para os alunos dos Núcleos de Educação Infantil (NEIs), Unidades Pré-Escolares (UPEs) e Escolas do Ensino Fundamental”.

A assessora do Departamento de Ensino da Semed, Claracy Maria Ferrari Butzke, que também é responsável pela logística de distribuição dos produtos adquiridos para o cardápio escolar, disse que é feito o possível para garantir que os alimentos estejam sempre frescos. “As carnes e verduras, por exemplo, seguem uma agenda de entrega semanal, bem como as frutas que também são entregues semanalmente, garantindo assim que tenhamos sempre produtos fresquinhos”.

Para o secretário de Educação do município, Alfroh Postai, a alimentação escolar é, sem dúvida, a base de um aprendizado melhor. “Nossa determinação é para que o cardápio escolar tenha uma atenção especial. Temos consciência de que muitos alunos têm na alimentação escolar a principal refeição do dia”, frisou.

Muitos alimentos usados na preparação da alimentação escolar são adquiridos da agricultura familiar, o que também coopera com o setor rural local. A nutricionista Leocádia lembra ainda que o cardápio escolar de Timbó segue uma variação grande, sempre primando pelas hortaliças e frutas da estação. “Muitos alimentos são distribuídos de acordo com a necessidade e o fator nutricional”.

E para os pais

A Nutricionista do Núcleo de Apoio à Saúde da Família da Secretaria de Saúde de Timbó, Luize Amanda Salvador, orienta como os pais podem ser parceiros das escolas no quesito alimentação. “É fundamental resgatar a alimentação que tínhamos há um tempo atrás, onde quase tudo que se consumia era produzido em casa, no ambiente familiar, com receitas caseiras. É indicado resgatar as receitas, utilizar alimentos mais naturais, evitar os alimentos de rápido preparo, que são os Fast-food. Sempre que possível, tentar consumir mais alimentos in natura, frescos e menos industrializados”, aponta.  

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui