22.5 C
Timbó
sexta-feira, 12 de abril de 2024

Pomerode registra mais dois casos suspeitos de Febre Amarela em humanos

Data:

Pomerode registra mais dois casos suspeitos de Febre Amarela em humanos
Exames laboratoriais foram realizados nos paciente para confirmação ou não da doença …

POMERODE – A Vigilância Epidemiológica de Pomerode confirmou o registro de mais dois casos suspeitos de Febre Amarela em humanos. Ambos ainda não receberam a confirmação laboratorial, mas apresentam quadro clínico compatível com os sintomas da doença e já estão recebendo o tratamento.

Um dos pacientes, de 47 anos, é morador do Vale do Selke e deu entrada no hospital de Pomerode na tarde de domingo, dia 23. Na noite do mesmo dia, foi transferido para o Hospital Nereu Ramos, de Florianópolis, onde permanece internado na UTI em estado grave. 

- Publicidade -

O segundo paciente, de 50 anos, é morador de Indaial, mas trabalha na região de Ribeirão Souto, em Pomerode. Ele também deu entrada no hospital da cidade e foi transferido para o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, de Joinville, na noite de segunda-feira, dia 24. Ainda de acordo com a informação da Vigilância Epidemiológica de Pomerode, o quadro clínico dele apresentou gravidade, porém até o momento não necessitou de internação na UTI. 

Ambos são homens e não tomaram a vacina contra a Febre Amarela. Os resultados dos exames para comprovação ou descarte da presença do vírus devem ficar prontos até na quinta-feira, dia 27. 

Sobre o paciente pomerodense, de 45 anos, que teve diagnóstico positivo para a doença e está internado na UTI do Hospital Nereu Ramos desde a última semana, a informação mais recente é a de que ele permanece em estado grave. Como o Núcleo de Vigilância do hospital de Florianópolis, responsável pelo repasse de informações, está em recesso por conta do Carnaval, não foi possível obter informações atualizadas sobre o seu estado de saúde. 

Os sintomas são:

-início súbito de febre;

-calafrios;

-dor de cabeça intensa;

-dores nas costas e no corpo;

-náuseas e vômito;

-fraqueza e cansaço;

-dor abdominal;

-pele amarelada.

Transmissão

Além de enfrentar o vírus, muitos primatas estão sendo vítimas da ignorância. Ao contrário do que muitos pensam, eles não transmitem a doença, são vítimas dela. Os verdadeiros vilões dessa história são os mosquitos. 

Fonte: Testo Notícias

Últimas Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui